Mudança organizacional: como lidar com as transformações do seu negócio?

A mudança organizacional é motivada por vários fatores. Por exemplo, a adaptação às transformações do mercado, o surgimento de novos concorrentes, a ampliação do negócio, alterações na estrutura ou gestão., dentre outros. 

Ainda que sejam planejadas ou surjam naturalmente, as mudanças podem causar impacto na produtividade, nos resultados e até mesmo no relacionamento interpessoal.

A sua empresa está passando por uma mudança organizacional? Então, confira este post e veja as dicas para ter sucesso durante o processo. 

Entenda o que é uma mudança organizacional

Mudanças podem causar repercussão no dia a dia da empresa, independentemente se a causa é estratégica, cultural, tecnológica ou humana. 

Geralmente, a mudança organizacional acontece com o objetivo de estabelecer melhorias. Por exemplo: uma empresa controla os horários de entrada e saída dos colaboradores manualmente e todos os meses o RH gasta muito tempo com apuração e fechamento da folha de ponto.

Então, os gestores resolvem automatizar o processo e implementam uma solução de gestão e controle de ponto digital. Os funcionários terão que se adaptar a nova forma de marcação de ponto com o uso do celular, computador ou tablet e alguns podem ter dificuldade de adaptação.

Nesse caso, antes de disponibilizar o recurso, a melhor solução seria oferecer um treinamento para mostrar os benefícios que essa tecnologia vai proporcionar para ambas as partes, além de ensiná-los como utilizá-la corretamente.

Uma situação como essa mostra que, por melhor que seja a intenção, o gestor precisa considerar que podem surgir consequências positivas ou negativas. Portanto, o ideal é que toda mudança organizacional seja precedida por um planejamento para conquistar o engajamento coletivo e medir os resultados.

Pessoas no trabalho sentadas ao redor de uma mesa com papéis, segurando canetas coloridas

Conheça os 4 tipos de mudança organizacional

A mudança organizacional pode acontecer por diferentes motivos, como a necessidade de aperfeiçoar processos pouco eficientes, atualizar recursos de trabalho ou melhorar o relacionamento interpessoal e com a liderança.

Além disso, existem quatro tipos de mudança organizacional que podem beneficiar o seu negócio. Veja quais são:

1. Evolucionária

Como o próprio nome sugere, a mudança evolucionária tem objetivo de evoluir a estratégia da empresa com o aperfeiçoamento do produto ou serviço.

Frequentemente metas e propósitos são estabelecidos para ser alcançados durante o ano. A partir daí surgem as ações para resolver divergências e adquirir vantagem competitiva, buscando melhorar os resultados. 

2. Incremental

A mudança organizacional do tipo incremental é aquela que inclui alguma melhoria tanto nos processos empresariais quanto na sua estrutura.

Normalmente a mudança incremental acontece com mais frequência, de forma natural, e tem boa aceitação dos colaboradores, pois causa um efeito positivo. Por exemplo, a implementação de um software de gestão de ponto

3. Revolucionária

A sua empresa está passando por uma fase pouco satisfatória e precisa de uma grande revolução para superar o momento e se manter no mercado? 

A mudança organizacional revolucionária é aquela que provoca alterações de impacto em todos os envolvidos e partes interessadas. Ela pode envolver novas propostas de produto/serviço, parcerias, novo modelo de gestão, mudança de mercado e na equipe com a contratação ou demissão de profissionais.

4. Transformacional

A mudança transformacional tem a finalidade de modificar alguma coisa, como processos, estrutura ou quadro de funcionários. Geralmente ela é realizada em cenários de crise ou quando há um novo posicionamento da empresa no mercado. 

Devido ao grande impacto dessa ação um planejamento cuidadoso é fundamental para realizar as mudanças, uma vez que ela vai afetar diferentes áreas: colaboradores, lideranças, produtos ou serviços.

Exemplos de mudança organizacional 

As mudanças organizacionais acontecem por diversos motivos, como a troca de função ou uma alteração drástica, como o reposicionamento de mercado. Veja alguns exemplos:

  • Adequar as metas de acordo com as expectativas dos diretores e a realidade do mercado;
  • Aumentar os resultados com a integração de setores relacionados; 
  • Automatizar atividades com o uso da tecnologia; 
  • Ganhar vantagem competitiva a partir do estímulo à inovação e novas ideias; 
  • Mudar a estratégia para ocupar um novo nicho de mercado mais propenso aos negócios; 
  • Reorganizar as equipes de trabalho com a admissão ou demissão de profissionais. 

Veja como fazer a gestão de mudanças organizacionais

Para ter sucesso com a mudança organizacional é preciso planejar e monitorar os resultados das novas práticas efetuadas. Só assim será possível descobrir se os objetivos estratégicos estão sendo alcançados, certo? 

A gestão de mudanças organizacionais envolve algumas etapas. Certamente, se você conseguir segui-las, os efeitos negativos serão minimizados ou poderão nem existir. 

1. Diagnóstico

O primeiro passo para ter sucesso com a mudança organizacional é fazer um diagnóstico do negócio para identificar quais são as insatisfações com a equipe, gestão ou rotinas de trabalho. 

A matriz SWOT é uma boa ferramenta para compreender quais são os problemas a serem resolvidos a partir da identificação das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças existentes na empresa. 

2. Objetivos

Toda mudança organizacional acontece por um objetivo. Por isso, as motivações devem estar claras desde o primeiro momento para que o plano tático esteja bem alinhado com o propósito. 

É interessante envolver as lideranças e gestores para discutirem juntos qual é a finalidade da ação, por exemplo, mudar o modelo de gestão, melhorar as vendas ou prestação de serviço e, consequentemente, os resultados. 

3. Planejamento

Definido o objetivo você deve planejar toda a mudança organizacional, definir a data de implementação, o plano de ação e as métricas que serão acompanhadas. 

Lembre-se de que é fundamental prever os riscos e antecipar as soluções para as dificuldades que poderão surgir. 

4. Comunicação

Uma comunicação direta e esclarecedora é fundamental para uma mudança organizacional eficiente .

Converse com os colaboradores, exponha o que está sendo planejado, tire dúvidas e abra espaço para sugestões. Aproveite para tranquilizar a equipe e mostrar a importância daquilo que está sendo proposto. 

5. Engajamento

Não é possível fazer uma mudança organizacional sem o engajamento dos funcionários. Por isso, vale pensar em ações para deixá-los motivados a se adaptar às novas regras que visam melhorias nas atividades.

Para isso, incentive a confiança mostrando os benefícios das alterações que serão realizadas e crie um canal ou defina um responsável para que eles possam tirar suas dúvidas. Ao perceber as vantagens da mudança, os colaboradores se sentirão motivados a cooperar.

6. Implementação

Depois de executar as ações anteriores é hora de efetivar a mudança evolucionária, incremental, revolucionária ou transformacional que vão repercutir nos ambientes internos e externos da empresa.

7. Acompanhamento

De nada adianta implementar mudanças se não houver acompanhamento, principalmente durante o período inicial. 

As métricas definidas na fase de planejamento tem grande importância nesta etapa. Somente assim você saberá efetivamente se a mudança foi bem-sucedida e se colaborou para alcançar o objetivo principal.

Homem e mulher sentados, com um notebook sobre a mesa, um caderno e um celular, conversando sobre o trabalho.

Conclusão

Mudar a forma de conduzir processos, acrescentar recursos tecnológicos e recrutar profissionais competentes são modificações inevitáveis para crescer e se manter no mercado. 

As mudanças organizacionais programadas exigem um planejamento que indique como as modificações pretendidas serão alcançadas. Ter um plano de ação definido ajuda na orientação e também na gestão da transição. Assim, os desafios serão enfrentados de forma que não afete a empresa negativamente.

Então, se você está em busca de maneiras para aumentar a produtividade, melhorar os resultados e garantir a permanência saudável perante a concorrência, é hora de preparar uma mudança organizacional!Não deixe que as mudanças afetem a motivação dos colaboradores. E aí, como anda o clima organizacional aí na sua empresa?

teste grátis 14 dias