Clima organizacional: criando um ambiente positivo em sua empresa

Clima organizacional é um indicador de satisfação e mostra como o ambiente de trabalho é percebido entre os colaboradores e seus superiores. Manter esse ambiente positivo é uma tarefa do setor de RH que precisa estar atento aos processos da empresa.

Como anda a motivação dos colaboradores da sua empresa? Você percebe que há esforço diário para melhorar o desempenho e, consequentemente, os resultados do negócio? 

A satisfação em trabalhar e o comportamento da equipe são fatores relacionados ao clima organizacional que, por sua vez, mostra a percepção coletiva sobre o ambiente de trabalho em que as pessoas estão inseridas. 

Existem algumas práticas que proporcionam um clima organizacional positivo. Neste post, além de descobrir quais são e como implementá-las, você entenderá melhor o que é esse conceito. 

Continue a leitura!

Clima Organizacional x Cultura Organizacional: qual a diferença?

O que é clima organizacional

O que é a Cultura Organizacional

Para falar sobre clima organizacional, é necessário acabar com uma mescla de conceitos que acontece com a grande maioria das pessoas: a confusão com cultura organizacional.

Enquanto a cultura organizacional está profundamente baseada na missão e valores da empresa e carrega uma mensagem. Sendo assim, o MVV (missão, visão e valores) não deve ser somente algo que está na seção do “quem somos” do site institucional, mas deve estar presente no dia a dia de todos os colaboradores.

Podemos ainda fazer um paralelo com a cultura na qual estamos inseridos. A nossa visão sobre um determinado assunto é moldada de acordo com a história, costumes e até mesmo a forma que falamos.Em outras palavras, a cultura impacta práticas, hábitos, comportamentos, princípios e outros fatores.

Quando se tem uma empresa onde todos os colaboradores trabalham e difunde a mesma cultura, tem-se um ambiente homogêneo em que todos apontam para o mesmo norte.

Onde o Clima Organizacional entra nesta história

Já o clima organizacional é a forma como o ambiente de trabalho é percebido, ou seja, como está a atmosfera daquele local. 

Podemos entender esse clima como parte importante da cultura organizacional, já que ele não tem um conceito tão robusto. Contudo, é extremamente importante! Uma outra forma de olhar o clima é como um indicador imediato de como está a cultura da empresa.

Não há dúvidas de que o ambiente de trabalho favorece a produtividade dos profissionais e o alcance de melhores resultados e, por isso esse assunto tem sido uma pauta cada vez mais frequente no mercado de trabalho.

No dia a dia os gestores têm o desafio de manter um bom clima organizacional de modo a garantir o rendimento, o relacionamento interpessoal e até mesmo a saúde dos colaboradores. 

Contudo, esta não é uma tarefa simples para o setor de RH, uma vez que são muitos os aspectos que impactam na manutenção do clima organizacional. No decorrer deste texto falaremos mais sobre as estratégias que podem ser implementadas em sua empresa. 

Qual a importância do clima organizacional para o seu negócio?

Você concorda que em um ambiente negativo, com astral ruim, as pessoas estão propensas a ter um desempenho menor? Nesse caso, o convívio com os colegas também se torna difícil e os processos são marcados pela morosidade.

Uma empresa com o famoso “climão” no ar afeta mais que somente os seus funcionários, caso um cliente visite o escritório, por exemplo, este ambiente negativo estará perceptível para ele.

Esse exemplo é interessante para compreender a importância do clima organizacional. Afinal, gestor nenhum quer ver seu negócio estagnar e ficar de braços cruzados, certo?

A satisfação com o trabalho e a assimilação positiva proporcionam mais qualidade na execução das tarefas e favorecem a dedicação por parte dos colaboradores. Logo, o clima organizacional é fundamental para garantir uma boa performance, aumentar a motivação e o engajamento da equipe!

Antes de tomar ações, realize a Pesquisa de Clima Organizacional

A pesquisa de clima organizacional é uma ferramenta de monitoramento recomendada para avaliar a qualidade do ambiente de trabalho. Com ela, é possível descobrir se o convívio entre a equipe está agradável e apurar o nível de satisfação dos colaboradores.

Avaliar o clima organizacional é indispensável para descobrir o grau de satisfação dos colaboradores com o ambiente corporativo. O resultado vai revelar a opinião das pessoas sobre o local de trabalho e, dessa forma, você terá em mãos a indicação dos elementos que precisam ser aperfeiçoados. 

O principal objetivo é mapear a percepção coletiva sobre diferentes aspectos, como:

  • relacionamento interpessoal;
  • feedbacks;
  • espírito de colaboração;
  • remuneração;
  • valorização profissional;
  • estrutura física e outros.

Os dados coletados nesta pesquisa servem para embasar as ações a curto e longo prazo a fim de melhorar a motivação e garantir o bem-estar dentro da empresa.

Além de registrar as queixas e reclamações dos funcionários, a pesquisa também identifica os pontos positivos existentes. Dessa forma, os líderes e gestores diferenciam o que há de melhor na cultura organizacional e podem trabalhar as condições favoráveis para exaltá-las. 

Veja agora como elaborar uma pesquisa de clima organizacional para promover as mudanças necessárias na sua empresa. 

Determine a periodicidade do questionário

No primeiro momento o RH deve definir a periodicidade com que a pesquisa será aplicada. Geralmente, as empresas realizam uma análise a cada seis meses ou uma vez por ano. 

Apesar disso, a frequência ideal varia de acordo com o tempo necessário para coletar as respostas, implementar as mudanças e avaliar os resultados. 

Estrutura da pesquisa de clima organizacional

Após definir de quanto em quanto tempo a pesquisa será aplicada, é preciso pensar na estrutura do questionário. O recomendado é que as respostas sejam concedidas anonimamente ou tenham apenas a identificação do setor em que o funcionário trabalha. Desse modo, o colaborador se sentirá à vontade para dar feedbacks verdadeiros.

Não existe restrição quanto ao formato das perguntas. A pesquisa de clima organizacional pode conter questões abertas, fechadas ou de múltipla escolha. Nesse caso, o mais importante é disponibilizar um canal para que o RH receba os comentários e sugestões.

Existem ferramentas gratuitas como o SurveyMonkey, Google Forms e Typeform que podem ser úteis na hora de medir o clima organizacional. Basta criar o questionário online com perguntas discursivas, de múltipla escolha ou avaliações em escala numérica (Net Promoter Score) e compartilhar o link com os colaboradores.  

Analise os resultados

Todas as informações coletadas deverão ser interpretadas com o propósito de avaliar o clima da empresa. Produza um relatório com os benefícios e problemas encontrados, reúna a liderança e criem juntos um plano de ação para implementar novos costumes e eliminar a falta de harmonia no ambiente de trabalho.

pesquisa de clima organizacional

Gestão de clima organizacional: como melhorar o ambiente na empresa? 

“Nada é permanente exceto a mudança”. 

Heráclito de Éfeso

A frase do filósofo Heráclito de Éfeso proferida há mais de dois mil anos continua atual e se encaixa perfeitamente neste contexto. Portanto, se o clima organizacional na sua empresa não está favorável, você precisa encontrar meios para modificar esse cenário. Confira algumas dicas práticas:

1. Melhore a estrutura física do local de trabalho

Você sabia que a estrutura do ambiente de trabalho também interfere na qualidade do clima organizacional? Quando os colaboradores usufruem de um espaço agradável, consequentemente, a sua produtividade também aumenta.

Não há nada melhor do que uma equipe eficiente para alcançar as metas planejadas, concorda? Por isso, invista na qualidade do ambiente físico da sua empresa. O local de trabalho deve ser confortável, limpo, bem equipado e contar com os recursos tecnológicos necessários para a execução das tarefas. 

2. Valorize seus colaboradores

A valorização profissional é um sentimento que deve ser promovido diariamente para manter um bom clima organizacional. O reconhecimento pelo serviço prestado deixa o colaborador mais satisfeito, motivado e comprometido.

Para adotar essa prática na rotina, faça elogios e comentários positivos para reconhecer um trabalho bem-feito e engajar os funcionários. 

eBook: Guia Prático sobre Comunicação Interna

Também é importante que os gestores estejam abertos para ouvir as sugestões da equipe e implementá-las sempre que possível. Dessa maneira, os colaboradores se sentirão importantes, respeitados e envolvidos com o progresso do negócio. 

Vale lembrar que os elogios podem ser feitos em público, enquanto críticas e sugestões devem ser feitas sempre em particular.

3. Estabeleça uma comunicação horizontal

Líderes e liderados precisam comunicar-se com facilidade. Por isso, não devem existir barreiras para o diálogo.

Procure desenvolver uma comunicação horizontal, independentemente da hierarquia entre os cargos. É importante que os diretores e gestores se disponibilizem para escutar os colaboradores sempre que possível.

Essa prática, além de evitar boatos e especulações, deixa as informações mais acessíveis e melhora o relacionamento entre os membros da equipe. 

Não somente, é nesses momentos que a comunicação interna é colocada a prova. É importante garantir que todos tenham um espaço para se expressarem efetivamente.

4. Invista no desenvolvimento profissional

A capacitação é mais um fator que contribui positivamente para o clima organizacional. Sabe por quê? Colaboradores bem instruídos, com conhecimento sempre atualizado, se comprometem mais com as demandas da empresa.

Investir em treinamentos e palestras de aperfeiçoamento é uma garantia de retorno para o seu negócio. A capacidade técnica e autoconfiança também são elevados nesse processo e dá um upgrade no clima organizacional.

Uma sugestão é criar um programa para que as pessoas que façam algum curso ou treinamento externo possam compartilhar os conhecimentos adquiridos com os colegas. Isso contribui imensamente para uma cultura organizacional voltada para o conhecimento e compartilhamento de informações.

Um ponto interessante para se levantar aqui é que líderes também precisam estudar sobre as melhores práticas de liderança!

5. Promova momentos de descontração

Por mais que a rotina de trabalho necessite de foco e concentração, os momentos de relaxamento também são necessários. 

O happy hour corporativo, por exemplo, é um excelente momento para promover a integração entre os funcionários, estimular a comunicação e até mesmo comemorar os resultados alcançados.

Investir nessa modalidade de evento é bom para estimular o engajamento entre os setores e também o relacionamento com a liderança. Então, se você está em dúvida se deve promover happy hours para melhorar o clima organizacional, tente realizar uma edição mensal e veja os benefícios!

6. Disponibilize uma área para descanso

É claro que nenhuma empresa cresce enquanto as pessoas estão descansando. No entanto, reconhecer que o ser humano precisa de pausas para descansar, seja por um mal-estar ou apenas para acalmar a mente, é uma atitude nobre que delega autonomia e responsabilidade ao colaborador.

Estruturar um espaço para descanso (também conhecido como espaço de descompressão) enriquece a experiência e valoriza o funcionário.

As empresas mais modernas oferecem um espaço divertido e equipado com puffs e jogos. Avalie as possibilidades do seu escritório e veja como cinco minutos de descanso podem elevar a produtividade e colaborar com um clima organizacional melhor. 

7. Estimule as relações interpessoais

Uma equipe de trabalho deve manter um bom relacionamento. Essa condição é essencial para o bem-estar. Afinal de contas, um ambiente agradável, onde todos conversam entre si e se ajudam é fundamental para o clima organizacional.

Para estimular o relacionamento interpessoal promova eventos de integração, treinamentos e happy hours. Em situações informais e descontraídas as pessoas tendem a ser mais receptivas e interagir umas com as outras. 

8. Crie uma cultura de feedbacks

Muitas pessoas têm a ideia incorreta de que o feedback é o tão temido “puxão de orelha”. Porém, essa conversa não serve apenas para mostrar os pontos que precisam de melhoria, mas também para orientar os colaboradores, medir o desempenho e avaliar o trabalho realizado.

Apesar de ser uma atividade habitual em muitas empresas, alguns gestores ainda abdicam da oportunidade de dar um feedback periódico para indicar os pontos que precisam ser melhorados. 

Como resultado, o colaborador fica desmotivado e não tem o seu empenho reconhecido por um elogio ou crítica construtiva. Por isso, se você ainda não oferece feedback para os colaboradores, repense sua estratégia!

9. Implemente metas viáveis

Um termo que está no linguajar de qualquer empresa são as metas e objetivos, contudo, não raro ao implementar esses pontos norteadores, os gestores o fazem de maneira surreal.

Isto é, as metas exigidas não são viáveis no espaço de tempo determinado, fazendo com que os colaboradores fiquem pouco engajados com o objetivo em comum de todos os colaboradores, desestimulando-os.

Aqui uma comunicação interna efetiva é extremamente importante, já que os próprios funcionários se sentirão à vontade para confrontar os seus gestores sobre suas expectativas irreais.

10. Ofereça um programa de benefícios corporativos

Para reter os talentos da sua empresa é preciso oferecer mais do que uma boa proposta salarial. Os benefícios corporativos são um diferencial para motivar os profissionais da sua equipe e também ajudam a melhorar o clima organizacional.

Se a sua empresa já oferece plano de saúde, vale-refeição e seguro de vida, pense em incrementar a proposta com opções não convencionais, como bolsas de estudo, parceria com academias ou a adesão a um clube de vantagens que conceda descontos em estabelecimentos comerciais em todo o país.

11. Aposte na flexibilidade

Como você leu anteriormente, hoje em dia os profissionais desejam mais do que um bom salário. A qualidade de vida conta muito na escolha e permanência do colaborador na empresa. Para isso, proporcionar horários flexíveis quando é preciso resolver questões pessoais contribui muito para a satisfação pessoal.

Vale lembrar que flexibilidade não é sinônimo de relaxamento. Contar com esse benefício demonstra uma relação trabalhista humanizada, fator que ainda não é muito comum no mercado. 

Confie e invista no bem-estar de quem se dedica para o sucesso do seu negócio!

bem-estar organizacional

Conclusão

O conhecimento e habilidade dos colaboradores são o recurso mais valioso de uma empresa, pois os atributos e bagagem profissional de cada um é o que vai influenciar nos resultados do negócio. 

Diante disso, é necessário investir nos fatores que intervém no clima organizacional, como a relação com colegas e líderes, cultura, benefícios e estrutura física. Como resultado, haverá mais motivação, produtividade, colaboração e comprometimento. 

Agora que você já conhece as vantagens em promover melhorias no ambiente de trabalho, elabore a sua pesquisa de clima organizacional para mudar a percepção dentro da sua empresa!

Quer saber como melhorar a comunicação interna, descobrir ferramentas e técnicas para aprimorá-la? Baixe agora gratuitamente o nosso guia prático sobre o assunto!

teste grátis 14 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.