Gerenciamento de custos no RH: como otimizar seu orçamento

O gerenciamento de custos no RH envolve a otimização dos processos para que os recursos sejam bem utilizados e também a implementação de atividades automatizadas na relação com os colaboradores.

Tempo de Leitura: 3 minutos

Última atualização em 18 de janeiro de 2019

O gerenciamento de custos é uma das maiores preocupações das empresas e ocupa um lugar de destaque no RH estratégico. Responsável pela folha de pagamento, o setor costuma representar um dos que mais consomem recursos da companhia.

Diante disso, o gestor de Recursos Humanos está constantemente em busca de novas formas de fazer o gerenciamento de custos do departamento e mantê-lo saudável financeiramente para que contribua de forma efetiva para os resultados da organização.

Este é o seu caso? Confira as dicas que o nosso time de RH selecionou para você!

Seja mais assertivo nas contratações

Os processos de admissão e demissão são determinantes para o gerenciamento de custos no RH. Contratações equivocadas geram alto turnover e aumentam as despesas. Por outro lado, processos de admissão longos também pesam no orçamento empresarial.

A dica aqui é reduzir os riscos de contratações erradas, começando por definir o perfil da vaga antes de qualquer iniciativa de recrutamento e seleção. Sente com o gestor do setor contratante e faça uma entrevista com ele. Pergunte o que o profissional fará, quais habilidades deve reunir, que tipo de softwares e conhecimentos deve ter.

Depois de ter o perfil da vaga pronto, você pode partir para a busca de profissionais no mercado.

Calculadora do custo de colaborador

Faça o controle de horas extras

O pagamento de horas extras é um grande consumidor de recursos e deve ser previsto no seu plano de gerenciamento de custos no RH. Elas podem incidir sobre férias, décimo terceiro salário e adicionais, aumentando os encargos trabalhistas.

Diante disso, é fundamental compreender o motivo do aumento do número de horas trabalhadas e tratar o problema com rapidez.

Uma boa maneira de manter o controle de horas extras na empresa é fazer uso de um sistema de controle de ponto eficiente. Com o software certo, é possível monitorar funcionários internos e externos e identificar quem está fazendo horas extras em tempo real.

Calculadora do custo de colaborador

Com o aplicativo de controle de ponto Tangerino, por exemplo, você registra os funcionários, determina as escalas de trabalho e faz o monitoramento por meio de dispositivos móveis, ou seja, os smartphones dos seus colaboradores.

Assim, fica difícil alguém esquecer o crachá em casa ou pedir que alguém faça a marcação de ponto em horários não convencionais.

Implemente o RH Digital

O RH Digital é aquele que faz uso da tecnologia para acelerar e melhorar processos, dando às pessoas a oportunidade de atuarem de forma estratégica na organização. Não se trata apenas de automatizar atividades, mas também de analisar dados essenciais para a competitividade da empresa.

Fazendo uso do People Analytics, o setor de RH tem condições de avaliar as características de cada colaborador e assim aumentar a compatibilidade entre funções e perfis profissionais, o que leva à maior retenção de talentos.

A adoção de tecnologias de ponta também permite que a empresa confira maior segurança às relações trabalhistas, como no caso do cálculo de horas extras e monitoramento de trajetos realizados por equipes externas.

Essas mudanças contribuem para uma maior eficiência do RH e se refletem em maior controle de custos em gestão de pessoas.

Quer fazer um melhor gerenciamento de custos no RH? Comece adotando um app de controle ponto!

Teste grátis por 14 dias