O que o espelho de ponto fala da sua empresa?

O espelho de ponto é um relatório com todos os dados do controle de entrada e saída de funcionários. Um resumo mensal da jornada de trabalho de cada um. Ele é um documento de valor judicial, que ainda revela uma série de informações estratégias sobre empresa.

Quer entender como o espelho de ponto revela muito sobre a sua organização? Vem com a gente!

Você usa espelho de ponto eletrônico ou manual?

A resposta dessa pergunta revela muito sobre a eficácia de uma empresa. O motivo é que as diferenças entre o espelho de ponto eletrônico e o espelho de ponto manual fazem com que as rotinas do departamento pessoal sejam muito diferentes também.

Enquanto o controle de ponto eletrônico otimiza tarefas manuais e permite um acompanhamento diário das horas trabalhadas, o controle de ponto manual exige trabalho braçal e nada estratégico.

Dica: saiba quais são as vantagens de ter um RH Digital!

O espelho de ponto manual

O espelho de ponto manual tem duas possíveis fontes de dados: o livro de ponto e o ponto cartográfico, também chamado de relógio de ponto mecânico. Em ambos os casos, um funcionário do departamento de RH deve verificar os horários registrados, um por um, e preencher o espelho.

Esse funcionário vai então calcular as horas extras, anotar as faltas, entre outras questões. Como você pode imaginar, esse é um processo moroso, que demanda muito tempo e dedicação do colaborador responsável.

Espelho de ponto eletrônico

O espelho de ponto eletrônico é aquele que o seu sistema de ponto eletrônico emite, informando as marcações de ponto dos empregados. Não é necessário conferir os horários, apenas fazer poucos ajustes, como o registro de atestados médicos, por exemplo. Assim, o espelho não gera nenhum trabalho para ser preenchido e economiza tempo do departamento de pessoal.

Ou seja, quando a empresa usa o espelho de ponto manual, é um indicador de que seus processos internos são mais demorados. Significa que seus funcionários levam mais tempo para calcular a folha de ponto e, consequentemente, para fechar a folha de pagamento.

Seu espelho de ponto é confiável?

O nível de confiabilidade do espelho de ponto afeta a credibilidade do departamento pessoal perante os funcionários. Também demonstra o nível de controle que a empresa tem sobre a jornada de trabalho.

Um controle de ponto sem erros é sinal de uma gestão eficiente e pouca possibilidade de erros na hora de pagar horas extras ou negociar folgas.

Como os dados desse documento dependem diretamente do registro de ponto, o mais importante é ter um sistema de registro de entradas e saídas que não dê lugar a  fraudes. Dessa forma, o sistema de ponto biométrico do funcionário é a melhor opção para garantir a veracidade das marcações de ponto.

Já para prevenir erros, o melhor é investir em uma solução automatizada para registro de ponto, preenchimento do espelho e cálculo de horas extras. Com a automatização, a chance de erro  de digitação é minimizada e muito menos tempo é gasto com essas tarefas.

Confira também: Automação de processos e uso da tecnologia na gestão de pessoas

Os prejuízos das falhas no espelho de ponto

Quando o espelho de ponto apresenta falhas, quer dizer que a empresa precisa melhorar seu controle eletrônico de ponto.

Os maiores prejuízos para a empresa são o pagamento de horas extras indevidas, as ocasiões em que o funcionário falta, mas não tem descontos no pagamento, e os processos judiciais que podem ocorrer.

Processos trabalhistas por horas extras são muito comuns e dependem diretamente de um controle de ponto eficaz. Além disso, sem relatórios confiáveis, o gestor perde indicadores de desempenho relevantes para o controle de sua equipe.

Ter um sistema de controle de ponto eficaz diz muito sobre como a sua empresa trata informações estratégicas para o negócio. Se você está em busca de tecnologia e resultados, não pode deixar de conhecer o Tangerino!