Tipos de liderança: em quais você se encaixa?

A liderança é uma competência chave em qualquer organização. Dependendo do ambiente e da situação, é possível aplicar tipos de liderança diferentes.

Temos a liderança autocrática e a democrática, a liberal e a situacional, por exemplo.

Que tal saber quais são esses tipos de liderança? E como eles influenciam na sua equipe e na organização?

Siga com a leitura!

Liderança Autocrática

Entre os tipos de liderança, o mais controlador é o líder autocrático. Ele é o gestor que toma decisões sozinho, raramente permitindo que sua equipe participe das estratégias da empresa.

Seu papel é cobrar resultados, garantir o cumprimento de regras e delegar tarefas. Não há muita motivação no ambiente sob seu comando, por isso, a equipe teme punições e demissões.

Embora seja considerada uma forma antiquada de liderar, existem vantagens nesse tipo de liderança. Mesmo que seja sob pressão, a equipe costuma ser produtiva e as tomadas de decisão são rápidas. Porém, o líder tende a se sentir sobrecarregado e o liderado não explora seu próprio potencial, que é desvalorizado.

Liderança Democrática

O líder democrático é aquele que incentiva sua equipe a participar e auxiliar nas decisões estratégicas. Ele escuta novas ideias, pede feedback e deseja que a equipe se desenvolva. Valoriza a contribuição de cada um na empresa e dá oportunidades de crescimento profissional.

Dica: saiba como receber feedback da sua equipe!

A liderança democrática é a mais equilibrada entre os tipos de liderança, pois os funcionários têm voz em todo o processo de decisão. Os liderados também tendem a ser comprometidos com o trabalho, pois sentem-se motivados.

Entretanto, esse estilo de liderança requer experiência para que a equipe não saia do controle. Ele também pode tornar as decisões mais demoradas, já que o consenso entre todos os membros é o que move as decisões.

Liderança Liberal

O líder liberal é aquele que tem completa convicção na eficiência de sua equipe. Como o próprio nome diz, ele dá liberdade para que os funcionários tomem decisões e não tem o costume de orientar a realização das atividades. Ele lidera delegando tarefas e contribui para a motivação dos liderados.

Esse tipo de liderança só funciona com equipes de alta performance, com profissionais proativos e com conhecimento e responsabilidade suficientes para tomar decisões sozinhos. Caso contrário, a liderança liberal prejudica a produtividade no trabalho.

Muitas vezes, os membros da equipe sentem-se perdidos e não têm nenhum feedback, por isso é importante buscar um equilíbrio.

Liderança Situacional

Na liderança situacional, o líder é uma pessoa flexível, que se adapta com facilidade à qualquer realidade.

Entre os tipos de liderança, essa é a que depende do perfil dos liderados, afinal, dentro de uma empresa existem profissionais com diversos níveis de experiência, conhecimento e maturidade. Resta ao líder identificar e adaptar sua postura a cada um.

O líder situacional analisa a capacidade técnica e comportamental de cada membro da equipe para então definir como proceder com suas orientações e demandas.

Esse cenário é vantajoso para o time, que tem mais oportunidades de aprendizado e desenvolvimento, mas dificulta a padronização de processos internos.

Liderança Técnica

A liderança técnica depende do conhecimento e da aptidão técnica do líder. Ele é um exemplo, devido à sua capacidade de solucionar problemas e obter resultados. A admiração por ele faz com seja seguido e reconhecido pela equipe. Suas orientações são bem pensadas, mas rápidas, assim como as tomadas de decisão.

Esse tipo de líder precisa tomar cuidado para não se tornar um líder autocrático e deve buscar formas de como motivar a equipe. A desvantagem desse estilo de liderança é que faz com que a equipe fique acomodada, esperando que o líder técnico sempre diga o que deve ser feito.

Quer aprimorar a liderança na sua empresa? Saiba mais sobre treinamento de líderes!