Job Description: Como Fazer a Descrição de Vagas Perfeita?

A job description ou descrição do trabalho é o conjunto de todas as informações relevantes para ofertar uma vaga de emprego como tarefas, responsabilidades, salário, competências, experiência, etc.

Tempo de Leitura: 14 minutos

Última atualização em 24 de novembro de 2021

Atrair os candidatos certos para uma vaga não é uma tarefa simples. Na verdade, é um dos principais desafios de recrutadores. E é justamente nesse processo que uma boa job description faz toda a diferença.

Se você trabalha no RH e já divulgou uma vaga somente para receber dezenas de currículos de pessoas que não tinham um bom fit para o cargo, então, sabe do que estamos falando.

É uma situação que faz com que os recrutadores percam bastante tempo no processo de seleção, deixando-o mais caro e lento. 

Dessa forma, é muito importante contar com uma descrição bastante precisa do que se espera dos candidatos, servindo como um filtro para as aplicações recebidas e aumentando as chances de encontrar a pessoa certa.

Curioso para saber como fazer a descrição de vaga perfeita? 

Navegue pelo conteúdo, continue lendo este texto e otimize a sua próxima contratação.

Calculadora do custo de colaborador

O que é Job description?

job description

Job description, em tradução livre, significa descrição de vaga ou de trabalho, para ser mais literal. É, portanto, um detalhamento do cargo oferecido em um processo, contendo os requisitos mínimos para o candidato.

Nele, é preciso ter alguns requisitos mínimos, como:

  • Responsabilidades do cargo;
  • Experiência esperada;
  • Características que são diferenciais;
  • Proposta de Valor ao Empregado (EVP);
  • Benefícios oferecidos pela empresa;
  • Detalhes a respeito da cultura organizacional.

A descrição não necessariamente precisa contar todas essas informações. Contudo, algumas delas são chaves para demonstrar os benefícios de trabalhar com a sua empresa.

É importante nunca perder de vista que esse texto é uma espécie de propaganda utilizada no anúncio de vagas. Por isso, pode ser estratégico conter informações essenciais sobre as exigências e diferenciais da função e empresa.

Sendo assim, é necessário que essa “publicidade” seja direcionada para um público específico: pessoas que têm as hard skills necessárias para desenvolver as atividades do cargo e também se enquadram na cultura organizacional da empresa.

É preciso ter em mente que os profissionais mais qualificados (e desejados!) do mercado não têm problema em conseguir diversas entrevistas e oportunidades.

Por isso, é importante caprichar nos atrativos para atrair esse tipo de profissional.

Assim, é necessário compreender o quão estratégica é essa etapa de atração, já que uma comunicação assertiva tem muito mais chances de atrair o tipo de candidato que a empresa procura.

Claro, existem diversos outros fatores que influenciam para atrair verdadeiros talentos, contudo, neste texto, focaremos naquele texto que normalmente é o primeiro contato do candidato com a sua empresa.

Nesse sentido, recomendamos que você ouça nosso episódio do Tangerino Talks sobre Employer Branding. É só dar o play!

Como fazer uma job description?

Já falamos bastante sobre conceito e a função estratégica, mas como fazer uma job description realmente efetiva?

Existem alguns elementos que não podem faltar em seu texto de divulgação, mas lembrando que não é interessante fazer algo demasiadamente extenso, uma vez que ele deve entregar as informações estratégicas de forma eficiente e rápida.

Isso porque, um dos problemas de contar com uma descrição genérica é justamente a atração de muitos candidatos que fogem ao perfil esperado, dificultando o trabalho dos recrutadores nas demais etapas da seleção.

Normalmente, os tópicos que precisam ser cobertos pela job description são:

  1. Nome da vaga;
  2. Descrição da empresa e sua cultura;
  3. As qualificações exigidas, envolvendo habilidades e experiência;
  4. Os benefícios e diferenciais oferecidos; e
  5. Outras informações consideradas indispensáveis.

Nesses itens, é interessante responder algumas perguntas que naturalmente surgem quando se deparando com uma proposta de emprego:

  • Qual o papel do profissional na empresa?
  • Qual será sua posição na hierarquia da empresa?
  • Quais as responsabilidades e resultados esperados?
  • Existem objetivos específicos? Quais são?
  • Quais são as soft skills desejadas?
  • Qual a remuneração inicial do cargo?
  • Como funciona o plano de cargos e salários?

Veja abaixo uma descrição detalhada de cada um dos itens e compreenda como redigir uma descrição de cargo bastante persuasiva e fiel à cultura organizacional da sua empresa.

Leia outros artigos que podem ajudar a entender melhor esse tema:
👉 Employer Branding: Como o RH Pode Colocá-lo em Prática? 
👉 Fit Cultural: Por Que se Atentar no Momento do Recrutamento e Seleção
👉 Seleção de pessoas: otimize seu tempo e contrate as pessoas certas!
👉 Capacitação interna: investindo em sua equipe
👉 Recrutamento online: o que é e como fazer?

1. Nome da vaga

É o título da vaga. Normalmente é o primeiro item que o candidato lê, seja recebendo um e-mail de alguma plataforma de empregos ou navegando pelo LinkedIn, por exemplo.

Aqui, é importante chamar atenção sem desviar do objetivo de definir assertivamente o cargo que será preenchido. 

Busque não escrever nada longo e com palavras-chave que capturem a atenção do interessado.

Ao fazer uma descrição para plataformas de vagas, pense sempre nos termos utilizados pelos profissionais para pesquisar o cargo. 

Sendo assim, é interessante realizar uma pesquisa no mercado e na plataforma que deseja divulgar a vaga para compreender quais palavras-chave são normalmente utilizadas para descrever o cargo em questão.

Isso ajuda não só a capturar a atenção do profissional, mas também a posicionar o anúncio nas primeiras posições em motores de busca.

2. Sobre a empresa

Nesse tópico, algumas empresas acabam divulgando toda a sua história, contudo, esse não é o objetivo.

Aqui é importante apresentar a empresa e sua cultura (em outras palavras, a missão, visão e valores) tendo em mente que nem todos terão conhecimento prévio a respeito da empresa.

Fuja do estilo “a empresa foi fundada em…” e apostar em uma abordagem “somos uma empresa dinâmica e orientada a dados…”, por exemplo. 

Vale a pena falar um pouco a respeito dos produtos, do público-alvo e de outros aspectos relevantes

Não se delongue. Foque nas informações-chave que revelem a “personalidade” da empresa, aumentando o poder de filtrar somente os candidatos desejados.

3. Exigências e responsabilidades do cargo

Aqui, é importante elencar todas as habilidades técnicas e traços de personalidades necessários para a execução da função.

Esse é o momento para descrever a formação esperada, como ensino superior e cursos de especialização.

Você pode detalhar alguns traços de personalidade esperados para o cargo, como liderança e poder comunicativo, por exemplo.

É importante que os analistas de RH conversem bastante com a liderança do departamento em que o novo profissional será alocado para compreender o que realmente é importante para a vaga nesse sentido.

Além disso, refletir a respeito do perfil comportamental desejado pela empresa. O mapa abaixo ajuda a entender sobre o tema.

4. Os diferenciais da empresa

Por que o profissional deve escolher a sua empresa e não um dos seus concorrentes?

Essa é uma pergunta que deve ser muito bem respondida em sua job description a fim de garantir que os olhos do candidato brilhem com a possibilidade de trabalhar a empresa. 

Sendo assim, liste todas as vantagens oferecidas aos colaboradores, como vale-alimentação, vale-transporte, plano de saúde, flexibilidade de horário, possibilidade de home office, etc.

💡 Dica: a forma como a empresa valoriza os seus colaboradores normalmente é um grande diferencial na hora de um candidato escolher onde trabalhar.

5. Outras informações úteis

Deixe o candidato ciente de como funcionarão as etapas do processo seletivo, se o formato de contratação será CLT ou MEI, por exemplo, o salário, jornada de trabalho e detalhes similares.

Por exemplo, horários não flexíveis podem eliminar diversos candidatos antes mesmo de enviarem o currículo. 

Isso pode parecer uma desvantagem, mas é interessante eliminá-los a fim de otimizar o processo de seleção, contando com pessoas que realmente poderão assumir o cargo.

Qual a importância de uma job description?

Nenhuma empresa abre um processo de recrutamento e seleção com o objetivo de contratar qualquer profissional. Criar a descrição da vaga perfeita ajuda a evitar isso.

Ele tem impactos profundos na cultura organizacional, afinal de contas, pessoas contratadas de qualquer maneira tendem a sair da empresa rapidamente, aumentando a taxa de turnover, causando prejuízos financeiros e a perda de uma  cultura organizacional bem estabelecida.

Sendo assim, a job description deve funcionar como uma propaganda que transparece os objetivos e clima do ambiente de trabalho, atraindo pessoas realmente interessadas em fazer parte da equipe.

Tudo sobre Reforma Trabalhista

Leia a descrição do trabalho e o revise quantas vezes for necessário, ele só estará pronto quando realmente instigante, interessante e atrativa para um potencial candidato.

Principais dicas para a job description

Agora você já compreende o que é a descrição de vagas e suas informações fundamentais, podemos partir para algumas dicas práticas para ter em mente na hora de escrever.

Seguem 7 dicas que separamos para você:

1. Faça um texto simples e claro (sem esquecer da gramática!)

Títulos criativos podem até chamar atenção, mas também podem deixar o candidato confuso. 

Sendo assim, ao invés de usar “Rockstar das Vendas” é possível utilizar Inside Sales como título da vaga e ainda assim criar um texto super chamativo.

Outro ponto que não pode ser deixado de lado é a utilização correta da gramática. Empresas que deixam vários textos passarem com erros de português causam uma péssima impressão nos candidatos.

Uma boa saída é pedir para que outra pessoa avalie o texto e dê um feedback sobre sua objetividade e gramática.

2. A estrutura do texto importa

Estamos em um mundo cada vez mais digital em que as informações são entregues em pequenos blocos fáceis de ler.

Imagine ter que ler um texto corrido de 15 linhas para compreender quais são os requisitos mínimos para um emprego. Se soou chato é porque realmente é.

Sendo assim, utilize recursos escaneáveis como negrito, tópicos em bullets (listas), divisão do texto por assunto como “sobre nós” e “pré-requisitos”, por exemplo.

3. Fale sobre a empresa de forma atrativa

É imprescindível demonstrar todos os benefícios da empresa de forma sedutora, apresentando o valor que ela agrega à vida de seus colaboradores.

São eles que estimulam o candidato a realizar a inscrição da vaga, fazendo com que a sua empresa se destaque na concorrência por um candidato qualificado. 

Vale a pena pedir a ajuda da equipe de marketing se for o caso. Isso porque ela está acostumada a criar textos publicitários. Uma grande ajuda para trazer bons resultados com uma job description atrativo.

4. Valorize a diversidade

Um ambiente corporativo diverso, seja por diversidade cognitiva ou geracional, traz inúmeras vantagens, como a aplicação de experiências de vida variadas na resolução de problemas.

Sendo assim, é importante ter em mente que para atrair diferentes públicos é o texto dos anúncios transpareça esse desejo institucionalmente.

Nesse sentido, é fundamental se atentar a lei com respeito a restrição de vaga que não preza a diversidade. 

Isso pode ser considerado crime, conforme o artigo 1 da Lei nº 9.029 de 1995:

“É proibida a adoção de qualquer prática discriminatória e limitativa para efeito de acesso à relação de trabalho, ou de sua manutenção, por motivo de sexo, origem, raça, cor, estado civil, situação familiar, deficiência, reabilitação profissional, idade, entre outros, ressalvadas, nesse caso, as hipóteses de proteção à criança e ao adolescente previstas no inciso XXXIII do art. 7o da Constituição Federal”.

Outra dica legal importante a respeito das limitações ao divulgar vagas está no texto da Lei nº 11.644 de 2008:

“Para fins de contratação, o empregador não exigirá do candidato a emprego comprovação de experiência prévia por tempo superior a 6 (seis) meses no mesmo tipo de atividade.”

5. Demonstre as possibilidades de crescimento

O desenvolvimento profissional é algo que pessoas realmente interessadas na construção de uma carreira na empresa procuram nos textos de divulgação de vagas.

Sendo assim, é fundamental falar sobre como funciona a progressão de carreira em sua empresa e até mesmo indicar os KPIs associados à vaga.

Dessa forma, os interessados já compreendem quais são os desafios que os esperam caso selecionado.

6. Seja transparente sobre a faixa salarial

Já imaginou alguém perguntar quanto você ganha assim que te conhece? Estranho, não é?

Apesar de ser tabu, é justo dizer no primeiro contato quanto a empresa está disposta a oferecer. 

Essa característica na descrição da vaga faz com que a tratativa durante a negociação seja muito mais ágil, economizando o tempo da empresa e dos candidatos.

Se for estratégico não divulgar essa informação, avalie, ao menos, indicar uma pretensão.

7. Descreva as tarefas e responsabilidades

Uma das formas mais práticas de atrair candidatos verdadeiramente qualificados para a seleção é demonstrar quais são as tarefas e responsabilidades específicas do cargo.

Com essas informações, o candidato consegue visualizar a rotina normal e refletir se é aquilo mesmo que ele está procurando.

Por exemplo, considere contratar um analista de RH para lidar com processo de recrutamento e seleção. Você não pode escrever algo genérico como “tarefas de apoio ao departamento de RH”.

É possível ser muito mais específico como “gestão da página da empresa em plataformas de divulgação de vagas” e descrever outras tarefas.

O que evitar na job description?

Assim como as boas práticas que falamos anteriormente, há também alguns direcionamentos do que NÃO fazer quando divulgando uma vaga:

Falta de diversidade na job description

Esse é um tópico que já abordamos, mas é fundamental reforçar. A formação de um ambiente de trabalho plural começa na seleção de candidatos.

Dessa forma, imagine mulheres lendo um texto que é completamente escrito no gênero masculino. 

Pode não soar importante, contudo, se o seu interesse é se destacar da maioria e atrair os melhores candidatos, saiba que os detalhes importam, sim.

Lembre-se de profissionais com algum tipo de deficiência, as PcD. Há algumas vagas que são limitantes nesse sentido e é necessário se atentar a isso.

Descrições irreais

Praticamente toda a empresa quer contratar alguém extremamente capacitado, contudo, exigir quatro formações e seis anos de experiência para uma vaga júnior não parece coerente, não é mesmo?

Esse é um claro exagero, contudo, é importante refletir sobre isso a fim de inserir somente as habilidades essenciais para o cargo e coerentes com a jornada de vida de ma candidato.

Tom hostil na job description

A forma que a vaga é apresentada tende a refletir diretamente em como o candidato enxerga a empresa.

Sendo assim, é bom evitar textos como “não enviar currículo se não tiver experiência com liderança” e substitui-los por uma abordagem mais cortês como “esse é um cargo de liderança, então experiência comprovada na área é importante”.

Manter a empresa no anonimato

Muitas empresas fazem divulgações genéricas para as suas vagas e normalmente a desculpa para esse hábito é “eu não quero que meus concorrentes saibam que estou contratando”.

Essa é verdadeiramente uma ótima forma de ter bastante dor de cabeça durante a seleção por conta do volume de candidatos que têm nada a ver com a cultura do seu negócio.

Esse é um problema que o seu RH realmente não quer ter, não é mesmo? Sendo assim, o ideal é divulgar a vaga com o nome da empresa. 

Dessa forma, o interessado pode pesquisar a respeito e descobrir sobre ela antes de querer trabalhar nela.

Tem gostado do tema? Então baixe esses materiais ricos do Tangerino para aperfeiçoar ainda mais seu RH e Departamento Pessoal
📚 Gestão de pessoas remota: o guia completo para colocar em prática na sua empresa!
📚 Admissão à demissão de colaboradores: como otimizar processos e evitar erros
📚 Bem-estar no trabalho: como garantir um ambiente saudável e aumentar o lucro da empresa
📚 Miniguia ágil do Departamento Pessoal 4.0

Conclusão

A job description é uma ferramenta poderosa apara atrair talentos e aliviar o trabalho do RH na seleção.

Fazê-lo de forma eficiente é, inclusive, uma maneira de agregar valor a marca da empresa e até mesmo de publicidade. 

Após recebido os candidatos, é a hora de encontrá-los. E temos também dica para isso. 

Entenda como realizar entrevista por competências para ter contratações cada vez mais assertivas e conforme o fit de sua empresa.

Teste

Deixe um comentário