Por Que o Outsourcing de TI Pode Ajudar no Home Office?

As empresas consideram o home office uma solução definitiva de modelo de trabalho. Mas, para que a estrutura funcione, é essencial combinar essa mudança com um projeto confiável de outsourcing de TI.

A adesão ao regime de home office cresceu exponencialmente. A pandemia, que foi o gatilho para essa expansão, tem caráter temporário, mas a tendência é que muitas empresas adotem o trabalho remoto definitivamente.

Para que esse modelo funcione de maneira satisfatória para a empresa e os colaboradores, o outsourcing de TI é uma boa opção para montar a infraestrutura adequada para sua equipe.

Se a sua empresa também está adotando esse modelo de trabalho, é preciso que ela disponibilize todos os recursos básicos para seus profissionais, a fim de que eles possam produzir em casa da mesma forma como produziam no escritório.

Os recursos tecnológicos são, sem dúvida, indispensáveis para que isso aconteça. Não basta emprestar um notebook, é preciso garantir uma infraestrutura de TI adequada e segura para as pessoas que trabalham de casa.

Neste conteúdo abordaremos os seguintes tópicos:

Qual a importância da infraestrutura de TI para o trabalho remoto?

Qual a importância da infraestrutura de TI para o trabalho remoto?

Existe uma grande diferença entre trabalhar de casa um dia ou outro e adotar o trabalho remoto em regime definitivo.

A transição gerada pela pandemia foi feita de forma emergencial e contou apenas com o planejamento necessário, já que não houve tempo para grandes projetos.

Uma mudança em todo o modelo de trabalho da organização não pode ser feita da mesma forma. Veja os pontos que precisam ser observados durante essa transição.

A ergonomia é um tópico importante para os colaboradores. Não há muito problema em trabalhar um dia sentado no sofá ou na mesa de jantar, mas isso pode desencadear dores e problemas de postura se a situação perdurar.

Para quem trabalha de forma regular nesse espaço, é necessário ter condições adequadas para a sua saúde, e isso inclui cadeira confortável e acessórios adaptados para uma jornada segura do ponto de vista ergonômico.

No caso dos recursos tecnológicos, para adotar o home office, é preciso dispor de todos os recursos que, normalmente, seu time precisaria no escritório para executar suas tarefas.

Isso inclui notebooks, fones de ouvido, softwares, permissões de acesso remoto e meios de se manter em contato.

A falta de condições de trabalho adequadas para desempenhar sua atividade pode afetar sua produtividade, resultado em problemas para o resultado operacional da organização.

Além desses recursos, é possível que algum profissional precise de equipamentos específicos, como telefone, câmera, impressora ou algum outro recurso em particular, dependendo de sua função.

Por isso, planejar a infraestrutura de suas equipes é fundamental para garantir o bom andamento do trabalho.

Outro ponto importante da infraestrutura de TI adequada para o trabalho remoto é a segurança da informação.

Uma vez que as pessoas terão acesso à rede da empresa por meio de conexões domésticas ou públicas, é preciso garantir que os recursos de segurança adotados sejam eficientes para proteger os dados em tráfego.

Não deixe de conferir estes conteúdos:
👉 Outplacement: Veja o Que É e Quais os Principais Benefícios
👉 Fit Cultural: Por que se Atentar no Momento do Recrutamento e Seleção
👉 Técnicas de Motivação: Conseguindo os Melhores Resultados de Sua Equipe
👉 Capacitação Interna: Investindo em Sua Equipe

Quais os riscos de segurança da informação no trabalho remoto?

As tentativas de phishing, malware e ransomware são, sem dúvida, a maior preocupação da segurança da informação.

O Brasil é o país mais afetado por ciberataques a empresas desde janeiro de 2020, de acordo com uma pesquisa realizada pela Kaspersky.

Esse aumento nas tentativas de ataques cibernéticos reflete a vulnerabilidade das redes corporativas no momento de transição do trabalho presencial para o remoto.

Por isso, a infraestrutura do home office deve dar atenção especial à segurança, de forma a garantir a confidencialidade, integridade, autenticidade e disponibilidade dos dados.

Afinal, toda empresa possui dados sensíveis que, em mãos erradas, podem resultar em prejuízos, de crises de imagem até consequências mais definitivas, como a falência.

Assegurar que esses dados só sejam acessados por pessoas autorizadas, independentemente do local onde essas pessoas estão, depende de uma infraestrutura de TI bem-composta.

Em muitos casos, esses riscos podem ter origem em ações e comportamentos considerados normais e inofensivos pela equipe de colaboradores, como a abertura de um link suspeito, a transferência de arquivos para outros dispositivos ou o uso do equipamento corporativo para fins pessoais.

A estrutura da empresa para operar em home office precisa considerar essas dificuldades e ser adaptada para garantir a segurança e proteção dos seus dados contra essas ameaças externas.

eBook: Guia Prático sobre Comunicação Interna

Como montar a infraestrutura de TI em home office?

A infraestrutura do home office deve ser planejada levando em consideração as duas dimensões já mencionadas: demanda dos profissionais e segurança da informação.

Assim, o planejamento começa com a análise das equipes que vão adotar o modelo e quais as suas necessidades de recursos de TI.

Para garantir a proteção dos dados, a segunda etapa do planejamento é a análise dos recursos de segurança necessários.

Alguns recursos básicos para a proteção de dados incluem uma VPN, firewalls, políticas de acesso, licenças e segurança de senhas, antivírus, backups periódicos entre outros.

Além disso, a infraestrutura de TI da empresa como um todo deve ser capaz de suportar o tráfego de dados.

Além do armazenamento em nuvem, que possibilita o acesso à rede corporativa de qualquer lugar e a qualquer momento, a rede interna da sua empresa deve estar preparada para não ser sobrecarregada.

E para que toda essa infraestrutura se converta em resultados, ela deve ser acompanhada pelos softwares mais adequados para a gestão do trabalho.

Esses programas incluem: gestão de RH, controle de ponto, acompanhamento de produtividade, comunicação, compartilhamento de arquivos, gerenciamento de tarefas, entre outros recursos essenciais para o desempenho das suas atividades profissionais.

Para essa fase, é importante eleger as ferramentas padrão de uso geral, a fim de que informações não se percam em canais paralelos, nem dados sensíveis fiquem vulneráveis em conexões não seguras.

Todos os colaboradores devem ter os acessos necessários para que desempenhem suas atividades de forma similar ao escritório, sem prejuízo ou dificuldades para exercer a sua rotina diária.

Com a garantia da infraestrutura de TI adequada para o home office, é importante lembrar que os profissionais que farão uso dela devem ser treinados, conscientizados e acompanhados nesse processo de adaptação. 

Em parceria, equipes de RH e TI devem capacitar todos os usuários dessas tecnologias. É essencial tirar dúvidas e conscientizar sobre a importância das regras e boas práticas de segurança da informação e os riscos associados ao não cumprimento.

Afinal, pequenos deslizes aparentemente inofensivos podem comprometer toda a rede corporativa.

Como o outsourcing de TI pode ser a solução para o home office?

Como o outsourcing de TI pode ser a solução para o home office?

Se você começou a se preocupar com o alto investimento para adequar a infraestrutura de TI da empresa, calma: respire.

Um modelo que une o acesso aos recursos necessários e suporte especializado a custos reduzidos é o outsourcing de TI.

Ao adquirir a infraestrutura como um serviço, sua empresa dilui o investimento no longo prazo e evita gastos mal planejados e desnecessários.

Ao mesmo tempo, suas equipes em home office têm acesso a equipamentos atualizados com suporte e manutenção disponíveis sob demanda.

Para completar, é possível incluir serviços de segurança da informação, garantindo o gerenciamento adequado dos recursos de segurança da sua rede.

Assim, pode-se disponibilizar acesso seguro e ágil para qualquer profissional da empresa, sempre que necessário, de qualquer lugar.

Os serviços de outsourcing de TI são adaptáveis e flexíveis às demandas e necessidades específicas da sua empresa. Dessa forma, você só paga pelos recursos que serão usados, evitando desperdício e máquinas ociosas.

O PC as a Service, por exemplo, é uma solução que disponibiliza todos os equipamentos de TI e suporte necessários para a sua infraestrutura no modelo de locação.

Esse serviço é complementado com ferramentas de gerenciamento, monitoramento e administração, além de contar com todo o suporte para maior estabilidade e segurança da sua empresa.

Gostou deste conteúdo? Conheça a solução de Home & Office da Microcity e saiba como é possível agregar ainda mais recursos, garantindo segurança e produtividade no trabalho remoto.

*Este artigo foi produzido pela equipe da Microcity

teste grátis 14 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.