Teste QUATI: o Que É e Como Aplicar no Processo de Seleção

O teste QUATI determina o perfil psicológico de indivíduos e pode ser utilizado como ferramenta de gestão ou para a contratação de colaboradores, oferecendo objetividade ao tomar decisões.

Tempo de Leitura: 12 minutos

Última atualização em 16 de junho de 2021

A seleção de candidatos é parte importante da rotina do RH, uma atividade primordial para o bom funcionamento de qualquer empresa. Assim, o teste QUATI entra como uma ferramenta para auxiliar esse time durante o recrutamento e seleção.

Contratar os colaboradores com os perfis comportamentais adequados para o empreendimento é necessário para cultivar uma equipe de alta produtividade.

Os testes de natureza psicológica trazem importantes informações para o processo de tomada de decisão, afunilando os candidatos até encontrar aquele que melhor preenche a vaga disponível.

Quer otimizar o processo seletivo da sua empresa e está pesquisando as melhores ferramentas para esse processo? Chegou ao local certo!

Continue lendo este texto e descubra todas as vantagens do teste QUATI para a sua empresa e como aplicá-lo. Neste texto discutimos os seguintes tópicos:

O que é o Questionário de Avaliação Tipológica (teste QUATI)?

O que é teste QUATI

O teste QUATI tem um objetivo claro: determinar os padrões cognitivos e de comportamento do candidato à vaga ou colaborador.

Essa metodologia é amplamente utilizada para processos de contratação, contudo, não fica restrita a essa aplicação. Falaremos mais sobre isso à frente.

Ele auxilia o profissional de RH a compreender como o indivíduo se encaixa na vaga através de sua personalidade. 

Levantando estilos cognitivos e comportamentais, é possível constatar se a pessoa se enquadra em um dos perfis compreendidos pelo teste.

O teste QUATI foi desenvolvido com base nas teorias de Carl Jung, conhecido por fundar a psicologia analítica e ser uma autoridade nos campos de psiquiatria, psicologia, ciência da religião etc. do século XIX.

Com isso em mente, veja abaixo algumas perguntas comuns que te ajudarão a compreender exatamente o que é o teste QUATI.

Que tal conferir também estes conteúdos?
👉 EVP: afinal, o que é Employee Value Proposition?
👉 Jornada do candidato: como melhorar os processos de seleção?
👉 O que é psicologia organizacional? Entenda sua importância nas empresas
👉 Como melhorar os processos internos? Veja um plano de ação com 5 etapas

O teste QUATI é um teste psicológico

Antes de se aprofundar mais no teste QUATI propriamente dito, é necessário compreender que ele está inserido em um rol de outras metodologias.

Todos os testes são, basicamente, um conjunto de exercícios e/ou perguntas aplicadas em um ambiente controlado.

A finalidade desses exercícios é fazer com que o indivíduo revele traços psicológicos que, juntos, traçam um perfil comportamental no qual ele se enquadra.

Isso pode ser feito através de perguntas de sim ou não, escalas e até mesmo descrições sobre como o interessado lidou com questões de trabalho anteriormente.

Assim, o RH e os gestores podem tomar decisões que, como dissemos, não estão limitadas à contratação do indivíduo, mas também ao âmbito da gestão de pessoas que já foram contratadas.

Para que serve o teste QUATI?

O teste QUATI tem um objetivo muito claro: identificar o perfil comportamental do indivíduo e utilizar essa informação na tomada de decisão, seja ela contratação ou progressão de carreira dentro da organização.

Com o delineamento desse perfil, a organização da empresa fica muito mais simples e auxilia os gestores a otimizar a empresa e gerar melhores resultados no médio e longo prazo.

Os resultados deste teste psicológico também servem de embasamento para uma série de ações de endomarketing que objetivam melhor alinhar os colaboradores com a filosofia da empresa.

Ultimamente, isso também auxilia no manejo da cultura organizacional.

Quando usar o teste QUATI?

A aplicação mais comum dessa ferramenta do RH é em processos seletivos

Nesse processo, ela é importante para gerar uma análise prática do perfil psicológico do mesmo.

Assim, se torna mais direto garantir que as novas contratações da empresa realmente serão valiosas e instrumentais para que ela alcance os seus objetivos.

Contudo, outra aplicação bastante interessante para a gestão de pessoas é justamente descobrir o perfil psicológico dos colaboradores que já fazem parte da empresa.

Através dessas informações, é possível organizar times mais eficientes e até mesmo identificar lacunas naturais em seus colaboradores que podem ser melhoradas através de um acompanhamento mais próximo, como sessões de feedback, por exemplo.

Nesse cenário, também é possível direcionar o próprio colaborador, uma vez que o teste revela quais são as suas afinidades. 

Assim, essas informações podem ser importantes não somente para a empresa, mas também para o colaborador que pode aproveitar de um maior autoconhecimento.

Como funciona esse teste psicológico?

Como funciona o teste QUATI

O teste se utiliza de situações hipotéticas no qual o indivíduo sendo testado irá escolher atitudes que melhor se encaixam com o seu perfil.

Ele conta com ações pré-determinadas, funcionando, na prática, como um teste de múltipla escolha. 

Lembrando que não precisa ser um encaixe perfeito, a ideia é escolher um curso de ação que melhor se enquadra ao indivíduo.

O teste busca elucidar aspectos como aptidão, afinidade e interesse a fim de melhor enquadrá-lo em um perfil.

Assim, é possível analisar se ele tem o conjunto de competências necessárias para a vaga em questão.

Em termos mais práticos, o teste conta com 6 situações propostas que podem ser encontradas no dia a dia de qualquer ambiente de trabalho. 

Cada situação tem 15 pares de afirmações e o indivíduo deve escolher aquelas que melhor descrevem o seu comportamento.

Através da análise gera-se um resultado que, então, é analisado pelos analistas e psicólogos, enquadrando-o em um dos padrões previamente estabelecidos.

Afinal de contas, a última coisa que a empresa deseja é posicionar um profissional com perfil de liderança para performar tarefas burocráticas vice e versa.

Os tipos psicológicos, segundo o teste QUATI

Agora adentraremos um pouco mais no resultado prático do teste psicológico QUATI e como interpretá-los.

A primeira coisa para se ter em mente é que o resultado do teste traz uma visão geral sobre como o indivíduo atuaria em cada uma das situações propostas. 

Assim, as análises que se pode realizar são:

  • onde está o foco e atenção do indivíduo;
  • como ele prefere receber informações; 
  • o que leva em consideração para tomar decisões.

Percepção: sensação versus intuição

Esse é um ponto que separa os indivíduos. Aqueles com predominância em sensação são pessoas práticas e que se prendem à realidade, analisando-a de forma objetiva.

Como consequência, essas pessoas tendem a se prender mais no presente e não investem energia em imaginar como poderia ser. Assim, elas tendem a ser pouco criativas e inovadoras.

Aqueles indivíduos que se guiam principalmente pela intuição tendem a ser mais sensíveis ao seu ambiente como um todo e contrastam bastante do perfil anterior por serem bastante criativos.

O grande viés dos intuitivos está justamente nessa sensibilidade, que faz com que suas preferências pessoais enevoem seus pensamentos.

Julgamento: pensamento versus sentimento

Dentre esses indivíduos, ainda é possível classificá-los pela forma como julgam as situações em que estão inseridos.

Aqueles que se enquadram no pensamento têm um senso de justiça bastante apurado, vendo as situações de forma lógica e buscando coerência entre os fatos.

Por outro lado, temos aqueles indivíduos que têm a característica do sentimento. Eles também levam em consideração suas preferências pessoais e tendem a ser mais cautelosos.

Atitude: introvertido versus extrovertido

Indivíduos introvertidos tendem a ter um foco voltado ao mundo interno, normalmente aprofundando-se em assuntos a ponto de tornarem-se especialistas. 

Os indivíduos extrovertidos tendem a ter uma inteligência social mais apurada e geralmente têm características mais empreendedoras, ocupando cargos de liderança e sendo bastante flexíveis ao aceitar desafios.

Quais as vantagens do teste QUATI?

Vantagens do teste QUATI

Agora que você já compreende profundamente o mecanismo teórico pelo qual esse teste atua, podemos falar com mais fundamento como ele (e outros testes psicológicos) beneficia a sua empresa.

1. Contratações mais eficientes

Quando implementado no processo de recrutamento e seleção, o teste QUATI traz uma análise cognitiva e comportamental, deixando o processo muito mais científico.

Nós explicamos: ao saber exatamente as características ideais para um cargo específico, é possível direcionar toda a etapa de procura — e, inclusive, utilizar ferramentas melhores —  a fim de encontrar os melhores candidatos.

Existem também algumas outras consequências positivas associadas a uma seleção mais eficiente:

  • menor rotatividade de funcionários;
  • integração mais efetiva com a equipe;
  • colaboradores adequados para a função;
  • economia com menos rescisões de contrato e menos processos seletivos;
  • otimização do tempo do time do RH, possibilitando também uma atuação mais forte em frentes mais estratégicas para a gestão;
  • maior produtividade dos times e, consequentemente, da empresa;
  • melhora da marca empregadora no mercado.

2. Maior conhecimento dos colaboradores

Quando o teste QUATI é aplicado nos colaboradores, permite uma compreensão muito maior do capital humano presente na empresa.

O RH e os gestores, através desses resultados, têm uma análise mais aprofundada dos padrões de comportamento de cada indivíduo. 

Isso pode ser o estopim de diversas mudanças como realocação de indivíduos dentro dos times, a maneira de resolver conflitos entre colaboradores específicos e até mesmo como desenvolver políticas de gestão mais efetivas.

3. Treinamentos mais bem direcionados

Quais as soft skills que precisam ser desenvolvidas em sua empresa? Não saber responder essa questão é somente mais um indicativo da necessidade de uma análise comportamental dos colaboradores.

As lacunas do perfil ideal para os trabalhadores da sua empresa podem ser preenchidas através de treinamentos direcionados àquela situação.

Quanto mais precisas forem as informações que se tem a respeito dos indivíduos, melhores são as ações que se pode ter para demonstrar como crescer na empresa.

4. Incentivo à diversidade

Indivíduos com histórias distintas trazem consigo uma bagagem também distinta. Diferenças étnicas, culturais e até mesmo regionais carregam uma pluralidade de visões sempre muito bem-vinda em uma empresa.

Assim, a análise psicológica dos candidatos é uma forma de transformar o processo em algo mais justo, utilizando principalmente resultados científicos para direcionar o processo seletivo.

Temos certeza que algum destes materiais vai despertar seu interesse:
📚 Kit completo de Gestão de Pessoas para a sua empresa
📚 Trending topics do RH: quais são os temas mais buscados para ficar de olho?
📚 Recrutamento inteligente: como os algoritmos podem colaborar com o processo seletivo?
📚 Aprenda a vencer os desafios de gestão com tecnologia
📚 Bem-estar no trabalho: como garantir um ambiente saudável e aumentar o lucro da empresa

Como aplicar o teste QUATI na prática?

A primeira coisa para compreender sobre este teste é que ele somente pode ser aplicado por profissionais graduados em psicologia e devidamente inscritos no Conselho Regional de Psicologia (CRP).

Nenhum outro profissional que não o psicólogo pode aplicar o teste QUATI.

Se o seu departamento de RH não tiver um profissional da psicologia, será necessário contratar um time externo para aplicar o teste.

O teste pode ser aplicado de forma coletiva ou individual e é feito através de uma folha de respostas identificada ou mesmo um Google Forms. Não há um tempo limite, normalmente levando em torno de 45 minutos.

É importante que o time responsável explique o funcionamento do teste e o que ele vai avaliar.

Também é importante atentar-se ao ambiente, garantindo que ele seja confortável e sem distrações. 

Outro ponto importante é mostrar o resultado para o sujeito que realizou o teste.

Como o teste QUATI contribui para a gestão de pessoas?

Teste QUATI e gestão de pessoas

O RH é um setor estratégico para qualquer empresa que deseja crescer de forma saudável. 

Afinal de contas, ele é responsável por gerir os colaboradores de forma eficiente, sendo o foco de qualquer política de gestão.

Prestar bastante atenção à experiência do funcionário com a empresa é tão importante quanto oferecer um serviço ou produto excelente para os seus clientes. Afinal de contas, são os colaboradores que lidam com eles todos os dias.

Funcionários insatisfeitos geram clientes insatisfeitos.

Da mesma forma, gestores e RH devem ter uma visão bastante clara sobre o clima organizacional da sua empresa e como resolver qualquer situação que perturbe a paz e eficiência do negócio.

Pense rapidamente nas respostas abaixo:

  • como otimizar os resultados?
  • Como motivar os funcionários?
  • Como montar um time mais eficiente?

Para melhor responder quaisquer uma delas, é necessário ter o mínimo conhecimento a respeito dos pontos fortes e fracos de cada colaborador, assim como uma visão clara sobre a sua atitude no dia a dia empresarial.

Sendo assim, para que o RH seja realmente estratégico, é necessário que seja empoderado a fazer o trabalho mais basal possível na gestão de pessoas: conhecer as pessoas que estão sendo geridas.

Essa é uma visão relativamente nova e um movimento mundial no lidar de pessoas dentro de corporações, em um tempo no qual a política People First é cada vez mais importante para o resultado.

Percebeu como o teste QUATI pode ser importante para a sua empresa? Continue aprendendo sobre os testes comportais aqui no blog e esteja pronto para transformar o RH da sua empresa em um setor instrumental e estratégico!

Deixe um comentário

[i]
[i]
[...dataArray]
[...dataArray]