O que É Liderança? Entenda Quais São as Características de um Líder

A liderança muitas vezes está ligada apenas aos cargos mais altos, sendo relacionada com a chefia e as coordenações, quando, na verdade, é uma virtude que pode ser cultivada em todos os colaboradores.

Tempo de Leitura: 11 minutos

Última atualização em 17 de agosto de 2021

Fala-se muito em ser líder, não chefe. Em inspirar pessoas, conduzi-las rumo aos objetivos da organização. Mas, afinal, o que é liderança?

Um líder tem a capacidade de influenciar pessoas para que estas façam aquilo o que se deseja de forma orgânica. 

No ambiente organizacional, trata-se de inspirar os colaboradores diariamente para que eles realizem suas tarefas sabendo qual é o seu propósito dentro da empresa.

Quer saber mais sobre a definição de líder e suas características? Continue a leitura!

Compreendendo a fundo o conceito de liderança

O que é liderança

Apesar da disseminação do termo, muitas vezes, o conceito de liderança acaba sendo vago ou mesmo sinônimo de gestão. Mas você já pensou sobre o que realmente é liderar?

Liderar tem tudo a ver com o manejo de pessoas e suas motivações. Saber como inspirá-las e influenciar suas ações, decisões e comportamentos direcionando seus esforços a fim de alcançar os resultados desejados.

Indicadores de RH

Esse conceito tem ganhado cada vez mais relevância, especialmente em um cenário no qual a saúde mental dos colaboradores está em primeiro plano; como na filosofia de gestão people first.

O que não é liderança

Para compreender melhor o conceito que queremos explicar neste texto é bastante válido pensar no que a liderança não é:

  • um cargo;
  • impositiva;
  • um título;
  • uma característica inerente;
  • puramente gestão de pessoas.

A chave para entender o que é ser um líder está na capacidade de engajar outros em ideias e ideais através de discursos persuasivos e ações inspiradoras.

Aproveite que está por aqui e confira também:
👉 Treinamento de líderes: seu diferencial competitivo está aqui!
👉 Liderança situacional: os detalhes desse modelo de gestão
👉 Liderança autocrática e liderança democrática: qual delas adotar?
👉 Tipos de liderança: em quais você se encaixa?

Líder e chefe: compreenda a diferença

Nem sempre a liderança está associada a cargos de chefia. Muitos líderes estão inseridos entre os colaboradores e são pessoas respeitadas pelos demais colegas pela postura que adotam na empresa. 

Portanto, ser um líder está atrelado à forma com que você se posiciona perante as demais pessoas. Não ao cargo que você ocupa.

O líder não manda, inspira. Ele não exerce coação, incentiva a colaboração. Quem ocupa um cargo de liderança tampouco se exime do trabalho duro. É a primeira pessoa a assumir a responsabilidade e direcionar a equipe.

Perceba que essa é uma mudança profunda de mindset uma vez que o antigo chefe era aquele que se utilizava da hierarquia para obter resultados, normalmente, sem preocupar-se com motivá-los ou em colocar as mãos na massa.

Hoje, há um movimento muito forte na direção da horizontalidade da relação entre líderes e colaboradores, principalmente pela humanização dos colaboradores.

Os princípios de um líder

Compreender quais são as habilidades de um líder de sucesso é fundamental não só para compreender o conceito de liderança a fundo, mas também para cultivá-las em si.

Líderes normalmente tem um conjunto das características abaixo:

  • são decisivos;
  • não perdem o foco do objetivo;
  • têm consistência entre discurso e ações;
  • são empáticos com seus liderados;
  • inspiram confiança e também confiam;
  • têm um ponto de vista realista;
  • procuram levar inspiração.

Além dessas características podemos salientar as seguintes atitudes.

Sabem dar feedbacks construtivos

Dar feedbacks é algo fundamental em uma empresa. É um momento de alinhamento entre as expectativas e o trabalho sendo desenvolvido.

Contudo, dar feedbacks realmente construtivos é uma verdadeira arte e, não raro, gestores acabam oferecendo críticas vazias que não agregam ao trabalho.

Mas isso também não quer dizer que feedbacks negativos não são bem-vindos, muito pelo contrário, são extremamente importantes para guiar o colaborador para a direção correta.

Por outro lado, também sabem elogiar e dar feedbacks positivos, estimulando o colaborador a continuar com as atitudes que estão dentro do esperado pela empresa.

Não são infalíveis e sabem disso

Compreender que qualquer ser humano é falho é natural, mas admitir essa condição é algo diferente. 

Líderes não têm problemas em admitir suas falhas perante sua equipe e essa pode ser uma ótima forma para criar rapport com os liderados.

Entendem que uma sugestão pode ser mais efetiva que uma ordem

Todo mundo já teve o chefe que chegava na reunião distribuindo tarefas. Você acredita que essa abordagem é estimulante e motivadora?

Sugerir ou perguntar é uma forma muito interessante de envolver o colaborador na tomada de decisão, fazendo com que ele se sinta efetivamente parte da equipe e não uma pessoa executando tarefas.

Os tipos de liderança

Ao pesquisar o que é liderança na internet, você certamente vai chegar a várias definições de líder. 

Liderança autocrática, democrática e transformadora são alguns dos exemplos mais populares. Isso porque existem várias formas de exercer a liderança.

Você adota um estilo de liderança ou outro dependendo da situação em que se encontra.

Em um momento de conflito entre colaboradores, por exemplo, pode ser que você tenha que exercer a liderança autoritária.

Já quando você trabalha com equipes de alta performance, um líder democrático acaba se sobressaindo no dia a dia de trabalho.

Afinal, seu time consegue se organizar sozinho e lidar com as diferenças de forma madura e profissional.

Entenda agora quais são os tipos de liderança e qual é o que melhor se aplica para o seu dia a dia.

Liderança autocrática

A liderança autocrática está mais próxima do famoso chefe do que de fato alguém que trabalha em equipe. 

Normalmente este indivíduo toma as decisões sozinho e as informa para os colaboradores que não estão engajados no planejamento.

É um estilo de liderança que está perdendo cada vez mais território nas empresas modernas, especialmente à medida que as novas gerações vão ingressando no mercado de trabalho. 

Elas desejam mais liberdade e um ambiente de trabalho que as ajude a desafiar o seu potencial.

Normalmente, esse tipo de líder é temido pelo grupo que tem receio de retaliações como demissão.

Apesar disso, essas equipes costumam ser bastante produtivas por serem mais assertivas em suas rotinas.

Liderança democrática

Esses líderes estão na ponta oposta aos autocráticos. A liderança democrática é bastante inclusiva e leva em consideração a opinião dos colaboradores sempre pedindo novas ideias e feedbacks construtivos.

Esse tipo de engajamento com o planejamento do trabalho costuma resultar em equipes mais motivadas, já que não só desenvolvem, mas também têm voz durante o processo de decisão.

O checklist que todo RH precisa!

Contudo, é importante que o líder esteja atento ao objetivo que precisa alcançar, já que, quando todos podem ser ouvidos, é comum que o processo saia um pouco do controle. Aqui, as decisões costumam demorar mais.

Liderança liberal

Esse tipo de liderança também pode ser lida como ausente. Isso porque, normalmente, esse líder se isenta da responsabilidade de tomar decisões, jogando-a para a equipe.

Por esse e outros motivos, é comum que ele não seja plenamente respeitado pela equipe e isso faz com que tenha ainda mais problemas em se impor, mesmo que democraticamente.

Mas ela não é negativa em todos os cenários, especialmente quando envolvem equipes de alto desempenho e profissionais proativos e que são capazes de tomar decisões sozinhos.

Liderança técnica

O líder técnico é uma verdadeira referência em sua área de atuação sempre propondo soluções inovadoras e bem fundamentadas, gerando grande admiração pelos seus liderados. 

É comum que ele se torne um exemplo para os outros colaboradores que também procuram entregar um trabalho bastante polido e manter-se sempre atualizados sobre as novas tendências.

Ele também costuma pôr a mão na massa com mais frequência que outros tipos de líderes, o que pode deixar o trabalho de gestão um pouco esquecido. 

Ademais, a equipe pode ficar um pouco acomodada, esperando sempre a solução oferecida pelo líder.

Liderança situacional

A liderança situacional poderia facilmente ser representada por um camaleão, já que esse líder tem como principal característica sua adaptabilidade.

Aqui, o perfil dos liderados têm grande influência em como o líder da equipe irá agir. Normalmente, este perfil é bastante analítico e observa bastante as experiências e habilidades de seus colaboradores a fim de melhor distribuir as demandas.

Assim, indivíduos sob esse tipo de regime costumam explorar novos campos de atuação de acordo com seus interesses profissionais.

Estilo coaching

O principal foco desse líder é aprimorar e desenvolver novas habilidades dos seus liderados, procurando sempre incentivá-los a destravar seus potenciais.

O coach traz considerações e procura sempre oferecer os feedbacks necessários para que o liderado alcance os resultados esperados.

Formas que a liderança é empregada

Como ser um líder

Além dos tipos de líderes, existem ainda diferenças no exercício da liderança, veja abaixo.

Liderança direta

Como o próprio nome indica, na liderança direta o líder está amplamente envolvido com o seu time, direcionando-os com frequência.

É comum que nesse tipo de abordagem o líder crie fortes vínculos com os seus liderados. 

Liderança indireta

Em contraste com o exemplo anterior, o líder influencia seus liderados através de intermediários. 

Em outras palavras, é criada uma cadeia de lideranças e influências até os colaboradores técnicos.

Aqui, é possível criar algum afastamento entre os colaboradores, sendo assim, é importante que a equipe seja integrada com alguma frequência. 

Afinal de contas, uma das funções dessa posição é justamente inspirar e motivar a equipe.

Liderança e motivação

Quando nos perguntamos o que é liderança, a associação com equipes motivadas é quase certa. 

Isso porque o líder incentiva as pessoas, gera a sinergia necessária para que elas trabalhem bem e de forma integrada.

Não há como ser um líder sem pensar na relação entre liderança e motivação. A base de uma empresa de sucesso é ter funcionários satisfeitos, conscientes de seu papel fundamental para o atingimento dos objetivos estratégicos da organização.

A motivação vem, de certa forma, pelo espelhamento do comportamento e pensamentos do gerente, sendo assim, é certo falar que um líder deve ter um alto nível de autoconhecimento antes de tentar influenciar outras pessoas.

Não somente, ao assumir a responsabilidade de manter indivíduos motivados, existem inúmeros desafios a serem superados, afinal, cada indivíduo tem seus valores, necessidades e aspirações.

Somente profissionais motivados são capazes de compreender as necessidades da empresa e trabalhar em prol do crescimento dos negócios. 

Assim como apenas um líder dedicado a facilitar o dia a dia das pessoas pode gerar esse tipo de sentimento de pertencimento.

Temos alguns materiais sobre o assunto, confira:
📚 Desenvolvimento de lideranças: invista em uma equipe de sucesso!
📚 Pesquisa de clima organizacional: planilha e checklist
📚 Indicadores de RH: dados estratégicos que você precisa acompanhar
📚 Novos modelos de trabalho: como transitar pelas modalidades sem errar na gestão

A relação entre liderança e gestão de pessoas

Não é apenas o gerente de recursos humanos que deve se preocupar com o conceito do que é liderança.

Essa é uma preocupação comum a todos os profissionais que atuam ou desejam atuar à frente de equipes.

Quando você assume a responsabilidade pelos resultados de um time, deve atuar como um coach, ou treinador. 

Isto é, mais do que mandar que as pessoas façam isto ou aquilo, você deve saber orientá-las para realizar suas atividades.

Também deve estar preparado para mediar conflitos, identificar as competências e habilidades de cada pessoa e inseri-las nas atividades certas. 

É preciso, ainda, que você saiba como receber feedback dos seus liderados, mesmo que ele seja negativo.

Como você pode ver, a pergunta “o que é liderança” não é muito fácil de ser respondida. 

O conceito é bastante amplo e envolve uma série de outros conhecimentos, tais como comunicação, negociação e gestão de pessoas.

Se você quer se aprofundar no assunto, não deixe de ler também o conteúdo sobre liderança e gestão de pessoas: você faz isso direito?

Você lidera uma equipe com millennials? Então você precisa compreender o que essa geração espera do mercado de trabalho e como liderá-los. Recomendamos a leitura do nosso texto e-leadership: entendendo o conceito de gestão.

Continue acompanhando o blog do tangerino e se inscreva em nossa newsletter para mais conteúdo como esse!

Faça um teste Grátis