Liderança nas organizações: mais indispensável do que nunca

É inegável a vital importância de bons líderes para uma organização. A capacidade de administrar habilidades como liderança e motivação é uma das qualidades mais desejadas no meio corporativo tanto para gestores e diretores, quanto para profissionais de níveis hierárquicos inferiores.

Sabendo da necessidade de uma boa liderança nas organizações, profissionais empenhados em desenvolver esse atributo ou de reconhecer bons líderes lotam palestras e workshops sobre o tema. Consomem livros de autoajuda. Disciplinas de cursos universitários já incluem o treinamento em liderança em seus programas.

Mas o que é liderança exatamente? Bons líderes já nascem líderes ou é possível desenvolver essa competência? Como identificar líderes em potencial?

Se essas perguntas lhe intrigam, continue lendo este post!

A nova liderança

Na maioria dos dicionários da língua portuguesa, a palavra liderança é definida como a tendência para chefiar e mostrar autoridade. Em se tratando de liderança nas organizações, podemos identificar 3 principais tipos:

Autocrática

O líder autocrático é focado no cumprimento de tarefas e concentra o poder. Toma decisões sem consultar sua equipe, que vê apenas como “executores”. Não há espaço para troca de ideias e avaliação conjunta de sugestões. A palavra do líder é uma ordem, que deve ser cumprida sem contestações.

Esse modelo vem deixando de ser adequado à empresa moderna. Além disso, ele dá margem a abusos de poder se o chefe não for justo, o que torna a equipe insegura e desmotivada.

Democrática

A liderança organizacional democrática caracteriza-se pela participação de todos os membros da equipe na tomada de decisões. Todos são incentivados a participar sugerindo ideias e opções, que devem ser debatidas para que haja um consenso.

O líder atua como o coordenador da equipe. A liderança democrática nas organizações dá oportunidades para que todos desenvolvam qualidades de líderes.

Liberal

O líder liberal atua como supervisor de uma equipe madura e experiente, que entrega bons resultados sem seguir normas rígidas. Desde que cumpram prazos e metas, cada colaborador estabelece suas próprias rotinas e processos. O líder atua como um facilitador e motivador.

As muitas mudanças no mercado de trabalho e na sociedade trouxeram a necessidade de renovação do conceito de liderança nas organizações. Sistematizar os processos, gerir pessoas, delegar, dar e receber feedback são tarefas comuns aos tipos de lideranças descritos acima.  

Mas a principal função do líder hoje é inspirar pessoas. Ou seja, influenciar os colaboradores, motivá-los a explorar seus talentos e a dar o melhor de si pelo sucesso do grupo.

Onde estão esses líderes?

É esperado que gestores e diretores tenham o perfil desse novo líder. No entanto, a liderança moderna não está somente nos cargos de chefia. O líder pode estar na mesa ao lado, em um colega de departamento, ou até em nível hierárquico mais baixo.

Mas como ser um líder? Muitos acreditam que a personalidade do líder é inata. No entanto, com boa vontade de aprender, qualquer um pode desenvolver com a experiência as características que levam a uma boa liderança nas organizações.

Não importa o seu cargo, empenhe-se em extrair o melhor ânimo dos que estão a sua volta, aprenda a se adaptar às mudanças, saiba ouvir e esteja antenado com as inovações no meio corporativo.

Tangerino está com você nessa missão! Saiba por que gestão de pessoas se constrói com liderança e motivação!

teste grátis 14 dias