Iniciante no RH? Saiba como calcular banco de horas

Para quem está começando agora a atuar na área de Recursos Humanos, saber como calcular o banco de horas pode causar confusão. É preciso pesquisar para descobrir a melhor maneira de realizar essa tarefa, já que existem muitas opções, como a planilhas manuais e softwares de controle de ponto.

Neste post, vamos mostrar as duas maneiras mais comuns de calcular o banco de horas. Confira!

Planilhas de banco de horas

Para criar uma planilha de banco de horas, o primeiro passo é criar os campos que definem a carga horária do colaborador e sua escala de trabalho, com horários de entrada, de saída e de intervalos. Em seguida, deve-se definir colunas para inserção diária dos horários registrados no relógio de controle de ponto.

Você deve ajustar a planilha para que ela calcule quanto tempo foi trabalhado a cada dia, ou seja, para informar quantas horas e minutos se passaram entre o momento de entrada e o momento de saída do funcionário, subtraindo os intervalos. O valor final é o saldo do dia.

Ao somar todos os saldos diários, obtém-se a quantidade de tempo trabalhado durante o mês. Para saber qual é o resultado do banco de horas, é só comparar o saldo de horas trabalhadas com a quantidade de horas que foi previamente fixada para o funcionário. É possível encontrar online planilhas prontas, nas quais você deve apenas inserir as marcações do relógio de ponto.

As planilhas de banco de horas ainda são comuns nas pequenas empresas, pois são fáceis de criar e de gerenciar ao longo do mês. Entretanto, como calcular o banco de horas em uma planilha exige muito tempo, esse método é cada vez menos usado. Os funcionários do RH ou do departamento de pessoal ficam sobrecarregados e cometem erros de digitação com facilidade.

Aplicativo para cálculo de banco de horas

Usar um aplicativo de ponto para automatizar o controle de horas trabalhadas dos funcionários significa poupar muito tempo no departamento pessoal e garantir que não há erros de cálculo.

Os dados são captados pelo ponto eletrônico, ou seja, não há lançamentos manuais e os horários são precisos. Inicialmente, o RH precisa apenas determinar a carga horária diária de cada colaborador ou setor.

Ao adotar um app, você não precisa mais se preocupar em como calcular o banco de horas. O software de controle de horas trabalhadas informa o saldo de cada colaborador em tempo real. Os gestores podem acompanhar diariamente a quantidade de horas trabalhadas por cada funcionário ou setor e fazer mudanças estratégicas ao longo do mês.

Caso um funcionário, ou ex-funcionário, abra um processo trabalhista por horas extras, os registros feitos através de um aplicativo de ponto eletrônico são muito mais confiáveis.

Quando a empresa usa uma planilha de banco de horas seus registros são duvidosos, pois são fáceis de fraudar. Assim, empresas que cumprem corretamente com a legislação têm mais segurança judicial ao optar pelo app.

As vantagens de automatizar o cálculo do banco de horas

Em ferramentas como o Tangerino, o empregado tem acesso ao seu próprio banco de horas ou horas extras, de forma que torna-se mais atento ao cumprimento dos horários. Esse diferencial contribui também para um melhor relacionamento entre patrão e empregados, pois os colaboradores conseguem visualizar sua horas extras e ter a certeza de que estão sendo pagos corretamente.

Várias rotinas do RH, como calcular o banco de horas ou configurar as escalas, são facilitadas pelo aplicativo para bater ponto. Ele pode ainda ser integrado ao sistema de folha de pagamento da empresa. Dessa forma, o valor das horas não compensadas dentro do tempo determinado é adicionado automaticamente aos rendimentos do funcionário.

Calcular banco de horas pode ser mais simples do que você imagina. Teste o Tangerino totalmente grátis por 14 dias!

teste grátis 14 dias