Controle de Ponto Para Pequenas Empresas: Veja 6 Motivos Para Investir

O controle de ponto para pequenas empresas é ideal para ajudar no cálculo das horas trabalhadas, entender a produtividade da equipe, manter a companhia dentro dos requisitos legais e oferecer transparência nos processos organizacionais.

De forma rápida ou lenta, alguns negócios começam muito pequenos e vão conquistando seu espaço.

Aos poucos, a empresa que iniciou apenas com o proprietário e um ou dois funcionários passa a ter cinco, ou dez. 

Nesse sentido, entre os muitos aspectos com que o administrador deve se preocupar está o controle de ponto para pequenas empresas.

Mas será que ele é mesmo necessário para um empreendimento de pequeno ou médio porte? Pois é justamente sobre esse tema que nós vamos falar neste post.

Quer entender melhor o assunto? Então prepare-se para conhecer 6 motivos pelos quais as pequenas e médias empresas devem investir no controle de ponto! Acompanhe!

1. Evitar problemas de natureza legal

Controle de ponto para pequenas empresas

Segundo a legislação, a responsabilidade de controlar a frequência do trabalhador e fiscalizar o cumprimento dos horários é do empregador. 

eBook Flexibilização do trabalho

Isso é o que o art. 74, § 2º, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estabelece como norma.

O controle de ponto é exigido nas empresas que têm mais de 20 empregados, e a companhia pode escolher a forma como esse registro é feito. 

Ela pode adotar um sistema manual, mecânico ou eletrônico, ou mesmo utilizar mais de um modo.

Porém, mesmo nas empresas que não são obrigadas a manter esse controle — as que empregam menos de 20 funcionários — essa é uma prática recomendada. 

Afinal, ela garante que o pagamento seja justo, de acordo com as horas trabalhadas pelos colaboradores.

O controle de ponto para pequenas empresas evita divergências relacionadas ao pagamento de horas extras, banco de horas, descontos por atrasos e ausências. Dessa forma, previne problemas com a fiscalização e ações trabalhistas. 

2. Avaliar a produtividade individual e da equipe

Tão importante quanto o registro legal é o potencial do controle de ponto para fornecer um diagnóstico da empresa. Até porque a competitividade do mercado atual exige alta produtividade.

Nesse contexto, o controle de ponto para pequenas empresas se torna uma ferramenta poderosa nas mãos do gestor de um negócio. 

Ele pode avaliar a produtividade da sua equipe como um todo e descobrir quais são os fatores que impactam nesses números, seja de forma positiva ou negativa. 

Além disso, o empreendedor tem a chance de usar tais registros para comparar a produtividade de colaboradores diferentes que executam as mesmas funções, identificando os fatores responsáveis pelo bom desempenho. 

A análise desses dados possibilita implantar medidas para melhorar a produtividade, como capacitar os funcionários com desempenho inferior, mapear os processos realizados de forma mais eficiente para transformá-los em padrão, e assim por diante.  

Aproveite que está por aqui e confira também:
👉Qual a real importância de usar a estatística no RH?
👉Business intelligence: a importância do uso de dados no RH
👉Gestão de metas: como ter sucesso na implementação da estratégia
👉Custos do home office: quais são os impactos para empresa e colaboradores

3. Oferecer credibilidade e transparência ao colaborador

É comum simplesmente não existir um controle de ponto em pequenas empresas, ou ele é realizado de forma amadora. 

Algumas delas utilizam folhas avulsas que são encadernadas posteriormente, o que abre margem para adulterações

Mesmo que essas alterações não aconteçam e não seja o objetivo do gestor realizar qualquer fraude ou suprimir direitos, é perfeitamente normal que o colaborador se sinta inseguro nessas circunstâncias. 

Portanto, o controle de ponto precisa ser fidedigno, de modo que o colaborador saiba que ele não pode ser alterado ou manipulado de acordo com interesses ocultos.

A transparência é fundamental para uma boa relação entre empregado e empregador. E, para quem pensa que a segurança tem reflexos apenas dentro da empresa, essa é uma visão equivocada.

Os colaboradores compartilham a visão que têm da companhia com seu círculo, criando uma imagem positiva ou negativa da organização

Portanto, o controle de ponto para pequenas empresas contribui para o crescimento e desenvolvimento da marca. 

Ele ajuda a estabelecer uma imagem de credibilidade e transparência, o que é essencial para reduzir o turnover e até atrair novos talentos. 

4. Controlar atividades de colaboradores externos

Controle de ponto funcionário externo

Muitas empresas precisam manter equipes externas para a realização de uma série de atividades. 

Visitas ao cliente, consultoria, entregas, suporte técnico e instalações são apenas alguns dos exemplos mais comuns. 

Até pouco tempo atrás, as organizações não tinham muitas opções para controlar ou mesmo localizar esses funcionários. 

Hoje, já existem sistemas que permitem, por meio de geolocalização, detectar a presença do colaborador em um determinado lugar. 

Portanto, com apenas um celular e um aplicativo, as empresas passaram a obter e registrar informações sobre as atividades e produtividade desses funcionários. 

E o controle de ponto para pequenas empresas também é recomendado para fornecedores de serviços terceirizados.

Esse registro é fundamental para que os pagamentos sejam feitos com justiça, e também para elaborar uma agenda de atendimento inteligente e efetiva, que facilite a logística e o atendimento.

5. Corrigir problemas com o cumprimento da jornada

Nem sempre é fácil para a empresa controlar minuciosamente os horários de entrada e saída de funcionários. 

O início e o final do expediente são relativamente tranquilos, mas a situação se complica quando se trata dos intervalos intrajornada.

O grande problema é que um colaborador que hoje não segue as instruções pode, no futuro, processar a empresa. 

E como a fiscalização é uma responsabilidade da organização, ela pode ser penalizada e ter de pagar indenizações. 

Nesse sentido, o controle de ponto para pequenas empresas é uma ferramenta importante para que a organização detecte essas situações, oriente o funcionário e corrija a sua conduta antes que ela se torne um problema trabalhista. 

Temos alguns materiais que vão despertar o seu interesse, veja:
📚 Conseguindo sucesso na gestão de pequenas empresas
📚 A tecnologia transformando a mobilidade no mundo corporativo
📚 Sobrecarga no trabalho: saiba como evitar este mal na sua empresa
📚 Como engajar colaboradores para diminuir as taxas de absenteísmo e turnover

6. Obter respaldo em processos trabalhistas

De fato, ainda que uma empresa tome todos os cuidados necessários, ela está sujeita a ser processada por um funcionário ou ex-colaborador.

Como o ônus da prova recai, geralmente, sobre o empregador, quanto mais confiáveis forem os seus registros, melhores serão as suas chances de não sofrer penas e sanções provenientes de acusações infundadas. 

Nesse aspecto, o ponto mobile apresenta uma grande vantagem em relação aos outros métodos.

Os dados que ele coleta não podem ser fraudados e são transmitidos eletronicamente para o sistema, gerando grande credibilidade. 

Portanto, o controle de ponto para pequenas empresas é uma opção muito interessante para organizações que não necessitam investir uma grande soma em um relógio de ponto tradicional ou em sua manutenção. 

Basta a instalação de um aplicativo e um breve treinamento para garantir que os dados serão repassados em tempo real ao sistema do empregador, tornando todo o processo de registro extremamente transparente. 

Entendeu por que as pequenas e médias empresas também precisam investir no controle de ponto? 

Quer conhecer uma solução que utiliza a tecnologia para conferir segurança a esse processo? 

Então aproveite para baixar o nosso e-book e descubra como registrar a presença dos seus funcionários de forma simples, barata e eficiente!

teste grátis 14 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

[i]
[i]
[...dataArray]
[...dataArray]