Controle de Ponto na Jornada Mista: Veja Por Que Adotar!

A jornada mista é aquela na qual as atividades são realizadas parte no período diurno e parte no noturno. O controle de ponto nesse tipo de jornada é fundamental para acompanhar as horas extras, o desempenho dos trabalhadores e, claro, estar sempre em dia com a justiça trabalhista.

Quem nos acompanha aqui no blog sabe o quanto falamos sobre a importância de fazer o controle correto das horas trabalhadas pelos profissionais da empresa. E isso inclui, claro, o controle de ponto na jornada mista.

Entender o que constitui um horário misto e quais as regras que regem esse modelo de jornada é fundamental para realizar o devido pagamento dos salários e, consequentemente, manter-se dentro da lei.

Pensando nisso, elaboramos este artigo direcionado, especialmente, aos gestores de RH e DP e empregadores, para que compreendam a importância do controle de ponto e vejam as razões para acompanhar os colaboradores em jornada mista. Confira!

Neste post abordaremos os seguintes tópicos:

O que é jornada mista

SEO title: Controle de ponto na jornada mista: veja por que adotar! Meta description: Fazer o controle de ponto na jornada mista permite contabilizar as horas noturnas e diurnas para uma remuneração correta. Saiba mais. Resumo: A jornada mista é aquela na qual as atividades são realizadas parte no período diurno e parte no noturno. O controle de ponto nesse tipo de jornada é fundamental para acompanhar as horas extras, o desempenho dos trabalhadores e, claro, estar sempre em dia com a justiça trabalhista.  Chamada: Calcular os rendimentos dos colaboradores em jornada mista envolve mais cálculos do que se imagina! Mas essa atividade pode ser muito mais simples se você contar com um sistema de controle de ponto. Acesse o nosso post e veja por que adotar! Controle de ponto na jornada mista: veja por que adotar! Quem nos acompanha aqui no blog sabe o quanto falamos sobre a importância de fazer o controle correto das horas trabalhadas pelos profissionais da empresa. E isso inclui, claro, o controle de ponto na jornada mista. Entender o que constitui um horário misto e quais as regras que regem esse modelo de jornada é fundamental para realizar o devido pagamento dos salários e, consequentemente, manter-se dentro da lei. Pensando nisso, elaboramos este artigo direcionado, especialmente, aos gestores de RH e DP e empregadores, para que compreendam a importância do controle de ponto e vejam as razões para acompanhar os colaboradores em jornada mista. Confira! Neste post abordaremos os seguintes tópicos: O que é jornada mista Como funciona a escala mista de trabalho Como fazer o controle de ponto no horário misto Por que contar com um app de controle de ponto Como o Tangerino ajuda as empresas com jornada mista O que é jornada mista   Embora pareça óbvio, já que o nome é autoexplicativo, é necessário discorrer um pouco sobre o conceito de jornada mista. Também conhecida como horário ou turno misto, essa jornada é aquela realizada no período diurno e noturno.  Isso quer dizer que uma parte do trabalho é realizada no período diurno e a outra parte em período noturno — que compreende o intervalo entre 22h e 5h do dia seguinte.  Vale mencionar que, para trabalhadores rurais, a legislação define que o trabalho noturno corresponde ao intervalo entre 21h e 5h em lavouras e entre 20h e 4h na atividade pecuária. Além disso, é necessário lembrar que a hora noturna é reduzida. Isso quer dizer que, após as 22h, a hora não corresponde a 60 minutos, mas, sim, a 52 minutos e 30 segundos. Como a hora noturna é reduzida em 7 minutos e 30 segundos em relação à hora normal, uma jornada de 8 horas noturnas tem menor duração que uma jornada de 8 horas diurnas. Esse conhecimento será essencial na hora de fazer o cálculo correto da remuneração dos colaboradores, por isso a importância de contar com um controle de ponto na jornada mista para otimizar esse processo. Não deixe de conferir também estes conteúdos: 👉 Intervalo interjornada: veja o que mudou com a Reforma Trabalhista [2020] 👉 Monitoramento de funcionários: como fazer da melhor forma? 👉 LGPD: entenda a Lei Geral de Proteção de Dados 👉 Por que o outsourcing de TI pode ajudar no home office? Como funciona a escala mista de trabalho  Vamos tomar como exemplo um trabalhador que inicia suas atividades na empresa às 14h. Considerando uma jornada de 8 horas, com intervalo intrajornada de 1 hora, entendemos que o fim do período de trabalho será às 23h. Porém, como vimos, a hora trabalhada após as 22h já é considerada hora noturna, por isso sobre ela temos algumas regras: hora reduzida, correspondendo a 52 minutos e 30 segundos; adicional noturno de 20% a mais em relação ao valor da hora normal. Nesse caso, então, o trabalhador não atuará por 8 horas completas, e sim por 7 horas, 52 segundos e 30 minutos, finalizando as atividades às 23:52:30. Estabelecido o tempo de trabalho, chega a hora de determinar o salário a ser recebido por esse colaborador. E é nesse momento que entra o adicional noturno sobre o qual falamos há pouco. Como fica o adicional noturno na jornada mista O adicional noturno é uma espécie de compensação ofertada aos profissionais que atuam no período noturno.  Esse pagamento é garantido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e regido por uma série de determinações. Como dissemos, esse valor é pago como uma espécie de compensação pelo desgaste físico e psicológico que a jornada noturna proporciona aos profissionais.  Segundo a OMS, a inversão de horários afeta desde o humor da pessoa até o seu ritmo cardíaco. Contudo, como sabemos, há serviços essenciais à sociedade que não podem parar, como é o caso de hospitais, delegacias etc. Nesse caso, então, vemos a necessidade dessa escala de trabalho noturna, apesar dos problemas que ela pode acarretar em longo prazo. No caso da jornada mista, o adicional noturno incide apenas sobre as horas realizadas no período noturno. Entretanto, de acordo com a convenção coletiva de trabalho, é possível que esse adicional se estenda às horas diurnas também, o que chamamos de prorrogação.  O que é prorrogação da hora noturna  Vamos pensar no caso de um colaborador que atue na escala 12x36, ou seja, que trabalhe por 12 horas consecutivas e descanse por 36.  Se esse profissional inicia suas atividades às 19h e finaliza às 7h, o adicional noturno começa a valer a partir das 22h, mas pode ser prorrogado até às 7h.  Isso porque considera-se que quaisquer horas trabalhadas após as 5h também são contabilizadas como horas noturnas. Porém, se a empresa trabalhar com uma convenção coletiva diferente, que não contemple essa prorrogação, a regra é outra, levando em conta apenas as horas trabalhadas entre 22h e 5h.  O que mudou com a Reforma Trabalhista Dentre as várias mudanças trazidas pela Reforma Trabalhista de 2017, talvez a mais discutida seja em relação à possibilidade de negociação entre empregador e empregado quanto a jornada de trabalho, banco de horas, intervalos etc. No que diz respeito ao adicional noturno propriamente não houve quaisquer alterações no texto da lei. Contudo, é interessante pontuar que, antes da Reforma, as convenções e os acordos coletivos podiam apresentar as regras a serem seguidas, desde que essas não fossem contrárias à lei e que trouxessem vantagens aos trabalhadores. Agora, com a mudança, CCTs e ACTs passam a ter um peso maior sobre a CLT, ou seja, têm prevalência sobre as leis. É importante saber disso porque, no caso da jornada mista, principalmente em relação à prorrogação da hora noturna, é o acordo coletivo que vai determinar a validade ou não dessa decisão. Para que não fique nenhuma dúvida sobre como funciona a hora noturna, confira nosso episódio do RH em Pauta: https://www.youtube.com/watch?v=LhhaVlTLVtk Aproveite para se inscrever em nosso canal, temos várias dicas úteis para o RH e o DP da sua empresa! Como fazer o controle de ponto no horário misto  Já deu para perceber que muitos fatores devem ser levados em consideração no momento de calcular o pagamento dos colaboradores em turno misto, não é mesmo? Além da hora de trabalho normal, é necessário calcular as horas noturnas e o adicional noturno correspondente. E tudo isso sem deixar de lado o valor reduzido da hora noturna. Para empresas cujas atividades ocorrem em diferentes turnos, o trabalho para calcular as horas diurnas e noturnas é imenso, principalmente se o quadro de funcionários for grande. A possibilidade de erros também é muito grande, principalmente se esse cálculo for feito manualmente pela equipe do DP. E, como sabemos, esse tipo de equívoco abre brechas para processos trabalhistas contra a empresa. Para aqueles que entendem o perigo de executar esse controle à mão, mas o fazem por meio de planilhas do Excel, fica o alerta: qualquer fórmula mal configurada pode colocar o trabalho todo a perder. Além disso, um erro, por menor que seja, quando replicado para todos os colaboradores de uma empresa, pode se tornar um grande problema.  Pensando nisso, para se resguardar e garantir os devidos direitos dos profissionais da sua empresa, é essencial contar com uma ferramenta de controle de ponto na jornada mista. Por que contar com um app de controle de ponto Quem nos segue aqui no blog já sabe de todas as vantagens que o controle de ponto oferece para empresas dos mais diversos portes e segmentos. Porém, para quem está chegando agora, é importante entender como funciona um sistema de controle de ponto e quais os benefícios que ele traz para colaboradores, equipe de DP e RH e, claro, empregadores. De acordo com o artigo 74 do segundo parágrafo da CLT, o controle de frequência dos funcionários é obrigatório para empresas com mais de 20 colaboradores.  Esse registro pode ser feito de forma manual, mecânica, eletrônica ou pelos chamados meios alternativos. Os meios alternativos citados contemplam os softwares e aplicativos de controle de jornada online, via web. Eles são regulamentados pela Portaria 1510 e Portaria 373, ambas do MTE, mas é necessário ter atenção em relação a esse ponto. Quando você escolher um app de controle de ponto, é imprescindível verificar se ele é homologado pelo MTE.  Caso ele não siga as regras estabelecidas pelo Ministério do Trabalho, você estará agindo na ilegalidade, podendo prejudicar toda a atuação da empresa. Dito isso, vamos verificar as vantagens que o controle de ponto na jornada mista oferece à sua companhia: permite o monitoramento de equipes internas e externas, além de trabalhadores em home office; reduz o trabalho manual e mecânico dos setores de RH e DP, dando a eles a possibilidade de atuarem de forma mais estratégica dentro da empresa; facilita o controle da jornada, o cálculo das horas extras, o monitoramento do banco de horas e, consequentemente, da produtividade do time; emite relatórios atualizados em tempo real para facilitar a gestão das equipes e os cálculos de salários e outras remunerações; possibilita a integração com outras ferramentas usadas pelo DP da empresa, como software de folha de pagamento, e mesmo com o relógio de ponto biométrico, o REP. Como o Tangerino ajuda as empresas com jornada mista  Com o passar do tempo e a evolução do trabalho, diversas modalidades de jornada têm surgido. A Reforma também foi favorável a essa evolução, permitindo a negociação direta entre empregador e colaborador. Tendo em mente que as mudanças serão cada vez mais frequentes e necessárias para adaptar as formas de trabalho ao perfil dos profissionais modernos, nada melhor do que contar com uma ferramenta que contempla diferentes modalidades. O aplicativo de controle de ponto do Tangerino foi pensado, inicialmente, para que pudesse ser feito o monitoramento de jornada dos empregados domésticos. Depois percebemos o potencial dessa solução de controle de ponto pelo smartphone e desenvolvemos uma ferramenta completa, capaz de fazer o registro do ponto para todos os trabalhadores.  Independentemente do local, da hora ou do tipo de trabalhado desenvolvido, qualquer um consegue registrar o ponto. Basta fazer o download do aplicativo, acessar com o código concedido ao empregador e bater o ponto por meio de uma selfie. O sistema armazena a hora e o local do registro, permitindo um acompanhamento próximo por parte dos gestores. Além disso, vários relatórios podem ser gerados para monitorar a produtividade do time. Veja abaixo quais são os benefícios do Tangerino para líderes e liderados. Acompanhe! Facilidade para os trabalhadores Um grande ponto positivo da ferramenta para o controle de ponto na jornada mista é a possibilidade de o colaborador conseguir acompanhar as horas realizadas e excedentes. Muitas empresas adotam sistemas que não são acessíveis para os profissionais. Desse modo, eles só sabem quantas horas têm excedentes ou em débito durante o fechamento da folha de ponto, quando recebem o espelho para assinatura. Sobre a assinatura, muitas empresas não têm o hábito de coletar a firma dos colaboradores. Embora não seja uma obrigação legal, é importante adquirir esse costume para se resguardar quanto às informações ali contidas. Pensando nisso, o app do Tangerino permite que o trabalhador assine o espelho pelo próprio celular.  A assinatura eletrônica da folha de ponto resguarda o colaborador e garante a concordância deste em relação aos dados registrados no sistema. Profissionais que estão trabalhando fora da empresa, seja em casa ou fazendo vendas externas, conseguem registrar o ponto de qualquer lugar, mesmo offline. A marcação fica como pendente. Assim que a conexão com a internet é restabelecida, o registro é realizado. Controle da gestão Como já mencionamos, a evolução dos meios digitais tem levado as empresas a adotarem modelos diferentes e inovadores de jornada.  Com a pandemia do coronavírus, vimos aumentar o número de adeptos ao home office e defensores dessa modalidade como sendo o futuro do trabalho. Contudo, para aqueles que não podem transferir suas atividades completamente para o digital, o modelo híbrido de trabalho tem sido o mais indicado, dividindo a equipe entre a sede e as casas dos colaboradores. Para essa realidade, desenvolvemos o Tangerino Totem. Com ele, os colaboradores continuam fazendo o registro da jornada pelo app quando estiverem em casa.  Mas, aos que estiverem na sede, a marcação é feita por meio de um tablet instalado na entrada da empresa, onde será feita a validação do QR code e o reconhecimento biométrico facial do colaborador. Veja como funciona essa solução: https://www.youtube.com/watch?v=-zrJ7DUEy_U&feature=emb_title Gestores e empregadores conseguem acompanhar a jornada dos colaboradores, entender como é a rotina de cada um, apurar os índices de produtividade e avaliar o desempenho de toda a equipe. Tudo isso com apenas um aplicativo instalado no celular. Muito fácil, não é mesmo?  Fazer o controle de ponto na jornada mista, na jornada convencional ou mesmo no modelo híbrido é muito mais ágil com o Tangerino. Agende uma demonstração e conheça todos os benefícios!

Embora pareça óbvio, já que o nome é autoexplicativo, é necessário discorrer um pouco sobre o conceito de jornada mista.

Também conhecida como horário ou turno misto, essa jornada é aquela realizada no período diurno e noturno

Isso quer dizer que uma parte do trabalho é realizada no período diurno e a outra parte em período noturno — que compreende o intervalo entre 22h e 5h do dia seguinte. 

Vale mencionar que, para trabalhadores rurais, a legislação define que o trabalho noturno corresponde ao intervalo entre 21h e 5h em lavouras e entre 20h e 4h na atividade pecuária.

Além disso, é necessário lembrar que a hora noturna é reduzida. Isso quer dizer que, após as 22h, a hora não corresponde a 60 minutos, mas, sim, a 52 minutos e 30 segundos.

Como a hora noturna é reduzida em 7 minutos e 30 segundos em relação à hora normal, uma jornada de 8 horas noturnas tem menor duração que uma jornada de 8 horas diurnas.

Esse conhecimento será essencial na hora de fazer o cálculo correto da remuneração dos colaboradores, por isso a importância de contar com um controle de ponto na jornada mista para otimizar esse processo.

Não deixe de conferir também estes conteúdos:
👉 Intervalo interjornada: veja o que mudou com a Reforma Trabalhista [2020]
👉 Monitoramento de funcionários: como fazer da melhor forma?
👉 LGPD: entenda a Lei Geral de Proteção de Dados
👉 Por que o outsourcing de TI pode ajudar no home office?

Como funciona a escala mista de trabalho

Como funciona a escala mista de trabalho

Vamos tomar como exemplo um trabalhador que inicia suas atividades na empresa às 14h. Considerando uma jornada de 8 horas, com intervalo intrajornada de 1 hora, entendemos que o fim do período de trabalho será às 23h.

Porém, como vimos, a hora trabalhada após as 22h já é considerada hora noturna, por isso sobre ela temos algumas regras:

  • hora reduzida, correspondendo a 52 minutos e 30 segundos;
  • adicional noturno de 20% a mais em relação ao valor da hora normal.

Nesse caso, então, o trabalhador não atuará por 8 horas completas, e sim por 7 horas, 52 segundos e 30 minutos, finalizando as atividades às 23:52:30.

Estabelecido o tempo de trabalho, chega a hora de determinar o salário a ser recebido por esse colaborador. E é nesse momento que entra o adicional noturno sobre o qual falamos há pouco.

Como fica o adicional noturno na jornada mista

O adicional noturno é uma espécie de compensação ofertada aos profissionais que atuam no período noturno. 

Esse pagamento é garantido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e regido por uma série de determinações.

Como dissemos, esse valor é pago como uma espécie de compensação pelo desgaste físico e psicológico que a jornada noturna proporciona aos profissionais. 

Segundo a OMS, a inversão de horários afeta desde o humor da pessoa até o seu ritmo cardíaco. Contudo, como sabemos, há serviços essenciais à sociedade que não podem parar, como é o caso de hospitais, delegacias etc.

Nesse caso, então, vemos a necessidade dessa escala de trabalho noturna, apesar dos problemas que ela pode acarretar em longo prazo.

No caso da jornada mista, o adicional noturno incide apenas sobre as horas realizadas no período noturno.

Entretanto, de acordo com a convenção coletiva de trabalho, é possível que esse adicional se estenda às horas diurnas também, o que chamamos de prorrogação. 

O que é prorrogação da hora noturna

O que é prorrogação da hora noturna

Vamos pensar no caso de um colaborador que atue na escala 12×36, ou seja, que trabalhe por 12 horas consecutivas e descanse por 36. 

Se esse profissional inicia suas atividades às 19h e finaliza às 7h, o adicional noturno começa a valer a partir das 22h, mas pode ser prorrogado até às 7h. 

Isso porque considera-se que quaisquer horas trabalhadas após as 5h também são contabilizadas como horas noturnas.

Porém, se a empresa trabalhar com uma convenção coletiva diferente, que não contemple essa prorrogação, a regra é outra, levando em conta apenas as horas trabalhadas entre 22h e 5h. 

O que mudou com a Reforma Trabalhista

Dentre as várias mudanças trazidas pela Reforma Trabalhista de 2017, talvez a mais discutida seja em relação à possibilidade de negociação entre empregador e empregado quanto a jornada de trabalho, banco de horas, intervalos etc.

No que diz respeito ao adicional noturno propriamente não houve quaisquer alterações no texto da lei.

Contudo, é interessante pontuar que, antes da Reforma, as convenções e os acordos coletivos podiam apresentar as regras a serem seguidas, desde que essas não fossem contrárias à lei e que trouxessem vantagens aos trabalhadores.

Agora, com a mudança, CCTs e ACTs passam a ter um peso maior sobre a CLT, ou seja, têm prevalência sobre as leis.

É importante saber disso porque, no caso da jornada mista, principalmente em relação à prorrogação da hora noturna, é o acordo coletivo que vai determinar a validade ou não dessa decisão.

Para que não fique nenhuma dúvida sobre como funciona a hora noturna, confira nosso episódio do RH em Pauta:

Aproveite para se inscrever em nosso canal, temos várias dicas úteis para o RH e o DP da sua empresa!

Como fazer o controle de ponto no horário misto

Como fazer o controle de ponto no horário misto

Já deu para perceber que muitos fatores devem ser levados em consideração no momento de calcular o pagamento dos colaboradores em turno misto, não é mesmo?

Além da hora de trabalho normal, é necessário calcular as horas noturnas e o adicional noturno correspondente. E tudo isso sem deixar de lado o valor reduzido da hora noturna.

Para empresas cujas atividades ocorrem em diferentes turnos, o trabalho para calcular as horas diurnas e noturnas é imenso, principalmente se o quadro de funcionários for grande.

A possibilidade de erros também é muito grande, principalmente se esse cálculo for feito manualmente pela equipe do DP. E, como sabemos, esse tipo de equívoco abre brechas para processos trabalhistas contra a empresa.

Para aqueles que entendem o perigo de executar esse controle à mão, mas o fazem por meio de planilhas do Excel, fica o alerta: qualquer fórmula mal configurada pode colocar o trabalho todo a perder.

Além disso, um erro, por menor que seja, quando replicado para todos os colaboradores de uma empresa, pode se tornar um grande problema. 

Pensando nisso, para se resguardar e garantir os devidos direitos dos profissionais da sua empresa, é essencial contar com uma ferramenta de controle de ponto na jornada mista.

Por que contar com um app de controle de ponto

Quem nos segue aqui no blog já sabe de todas as vantagens que o controle de ponto oferece para empresas dos mais diversos portes e segmentos.

Porém, para quem está chegando agora, é importante entender como funciona um sistema de controle de ponto e quais os benefícios que ele traz para colaboradores, equipe de DP e RH e, claro, empregadores.

De acordo com o artigo 74 do segundo parágrafo da CLT, o controle de frequência dos funcionários é obrigatório para empresas com mais de 20 colaboradores. 

Esse registro pode ser feito de forma manual, mecânica, eletrônica ou pelos chamados meios alternativos.

Os meios alternativos citados contemplam os softwares e aplicativos de controle de jornada online, via web. Eles são regulamentados pela Portaria 1510 e Portaria 373, ambas do MTE, mas é necessário ter atenção em relação a esse ponto.

Quando você escolher um app de controle de ponto, é imprescindível verificar se ele é homologado pelo MTE. 

Caso ele não siga as regras estabelecidas pelo Ministério do Trabalho, você estará agindo na ilegalidade, podendo prejudicar toda a atuação da empresa.

Dito isso, vamos verificar as vantagens que o controle de ponto na jornada mista oferece à sua companhia:

  • permite o monitoramento de equipes internas e externas, além de trabalhadores em home office;
  • reduz o trabalho manual e mecânico dos setores de RH e DP, dando a eles a possibilidade de atuarem de forma mais estratégica dentro da empresa;
  • facilita o controle da jornada, o cálculo das horas extras, o monitoramento do banco de horas e, consequentemente, da produtividade do time;
  • emite relatórios atualizados em tempo real para facilitar a gestão das equipes e os cálculos de salários e outras remunerações;
  • possibilita a integração com outras ferramentas usadas pelo DP da empresa, como software de folha de pagamento, e mesmo com o relógio de ponto biométrico, o REP.

Como o Tangerino ajuda as empresas com jornada mista

Como o Tangerino ajuda as empresas com jornada mista

Com o passar do tempo e a evolução do trabalho, diversas modalidades de jornada têm surgido. A Reforma também foi favorável a essa evolução, permitindo a negociação direta entre empregador e colaborador.

Tendo em mente que as mudanças serão cada vez mais frequentes e necessárias para adaptar as formas de trabalho ao perfil dos profissionais modernos, nada melhor do que contar com uma ferramenta que contempla diferentes modalidades.

O aplicativo de controle de ponto do Tangerino foi pensado, inicialmente, para que pudesse ser feito o monitoramento de jornada dos empregados domésticos.

Depois percebemos o potencial dessa solução de controle de ponto pelo smartphone e desenvolvemos uma ferramenta completa, capaz de fazer o registro do ponto para todos os trabalhadores. 

Independentemente do local, da hora ou do tipo de trabalhado desenvolvido, qualquer um consegue registrar o ponto. Basta fazer o download do aplicativo, acessar com o código concedido ao empregador e bater o ponto por meio de uma selfie.

O sistema armazena a hora e o local do registro, permitindo um acompanhamento próximo por parte dos gestores. Além disso, vários relatórios podem ser gerados para monitorar a produtividade do time.

Veja abaixo quais são os benefícios do Tangerino para líderes e liderados. Acompanhe!

Facilidade para os trabalhadores

Um grande ponto positivo da ferramenta para o controle de ponto na jornada mista é a possibilidade de o colaborador conseguir acompanhar as horas realizadas e excedentes.

Muitas empresas adotam sistemas que não são acessíveis para os profissionais. Desse modo, eles só sabem quantas horas têm excedentes ou em débito durante o fechamento da folha de ponto, quando recebem o espelho para assinatura.

Sobre a assinatura, muitas empresas não têm o hábito de coletar a firma dos colaboradores. Embora não seja uma obrigação legal, é importante adquirir esse costume para se resguardar quanto às informações ali contidas.

Pensando nisso, o app do Tangerino permite que o trabalhador assine o espelho pelo próprio celular. 

A assinatura eletrônica da folha de ponto resguarda o colaborador e garante a concordância deste em relação aos dados registrados no sistema.

Profissionais que estão trabalhando fora da empresa, seja em casa ou fazendo vendas externas, conseguem registrar o ponto de qualquer lugar, mesmo offline.

A marcação fica como pendente. Assim que a conexão com a internet é restabelecida, o registro é realizado.

Controle da gestão

Como já mencionamos, a evolução dos meios digitais tem levado as empresas a adotarem modelos diferentes e inovadores de jornada. 

Com a pandemia do coronavírus, vimos aumentar o número de adeptos ao home office e defensores dessa modalidade como sendo o futuro do trabalho.

Contudo, para aqueles que não podem transferir suas atividades completamente para o digital, o modelo híbrido de trabalho tem sido o mais indicado, dividindo a equipe entre a sede e as casas dos colaboradores.

Para essa realidade, desenvolvemos o Tangerino Totem. Com ele, os colaboradores continuam fazendo o registro da jornada pelo app quando estiverem em casa. 

Mas, aos que estiverem na sede, a marcação é feita por meio de um tablet instalado na entrada da empresa, onde será feita a validação do QR code e o reconhecimento biométrico facial do colaborador.

Veja como funciona essa solução:

Gestores e empregadores conseguem acompanhar a jornada dos colaboradores, entender como é a rotina de cada um, apurar os índices de produtividade e avaliar o desempenho de toda a equipe.

Tudo isso com apenas um aplicativo instalado no celular. Muito fácil, não é mesmo? Fazer o controle de ponto na jornada mista, na jornada convencional ou mesmo no modelo híbrido é muito mais ágil com o Tangerino. Agende uma demonstração e conheça todos os benefícios!

teste grátis 14 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.