Veja Por Que Promover o Alinhamento Organizacional na Sua Empresa

O alinhamento organizacional precisa ser visto como uma prioridade nas empresas, porque é por meio dele que todos conseguem unir suas forças em prol do crescimento saudável e do alcance das metas estabelecidas.

Tempo de Leitura: 7 minutos

Última atualização em 2 de agosto de 2021

top of mind de rh

Promover alinhamento organizacional deve ser uma das prioridades para a empresa. Por meio dessa prática, as pessoas ficam mais motivadas em exercerem suas atividades, além de cada colaborador entender como as suas demandas contribuem para as demandas do time como um todo. 

Consequentemente, os resultados tendem a ser mais positivos, uma vez que profissionais exercerão suas tarefas com um único propósito — levando em consideração os objetivos macro do negócio.

Neste material, elaborado em parceria com a Qulture.Rocks, a gente explica um pouco mais sobre a importância do alinhamento organizacional, sua relação com a cultura e dicas para promovê-lo. Entenda!

O que é alinhamento organizacional e qual a sua importância?

Alinhamento organizacional

Primeiro, vamos entender o significado desse conceito, além de avaliar alguns dos aspectos que reforçam essa importância. 

Alinhamento organizacional é a concordância entre os times de uma empresa, as pessoas e os níveis hierárquicos sobre os objetivos globais da organização.

Planilha de controle de ponto

Por meio dele, cada indivíduo terá claro entendimento sobre o impacto de suas atividades para os resultados do negócio, além de analisar como as tarefas do dia a dia reforçam a visão, missão e valores da organização.

A seguir, selecionamos alguns pontos que se beneficiam com o alinhamento organizacional. Confira!

Mas, antes, salve entes conteúdos para conferir mais tarde:
👉 NPS: entenda o que é, como calcular e por que utilizar no RH
👉 O que é autoconhecimento? Confira as vantagens para sua equipe
👉 Escuta ativa: qual o diferencial dessa soft skill nos resultados da empresa?
👉 Comunicação interna para empresas: entenda as vantagens e como otimizar

Motivação e engajamento de colaboradores

De acordo com um estudo conduzido pela Gallup, apenas 27% dos profissionais brasileiros são ativamente engajados. 

Além disso, 15% são ativamente desengajados — ou seja, além de não estarem satisfeitos em suas funções, impedem que outros colegas também realizem suas atividades com excelência.

Por essa razão, é papel da gestão buscar estratégias e alternativas que tragam melhorias nesse aspecto. 

Hoje, apenas oferecer salários competitivos com o mercado não é o suficiente para que as pessoas estejam envolvidas com uma organização. Esse é um papel importantíssimo para garantir a retenção de talentos, mas não único.

Há o interesse por parte dos colaboradores de assumir um papel relevante na empresa, com o entendimento de que seu trabalho impacta nos resultados a curto e longo prazo do negócio — o que torna o alinhamento tão importante.

Mais produtividade

Buscar por ampliar a produtividade nas empresas sem que isso afete a qualidade dos produtos e serviços é um dos desafios de grande parte das organizações. 

Por meio do alinhamento organizacional, as lideranças terão a oportunidade de compartilhar informações de forma clara e relevante, de modo que cada profissional possa alterar seus planos de ação conforme a necessidade da empresa.

Além disso, vai haver uma compreensão mais precisa de que os números do negócio só são alcançados por meio de um trabalho em equipe — incentivando-os a buscarem conquistas coletivas.

Se você tem interesse por esse tema, não deixe de conferir o episódio do Tangerino Talks!

Cultura organizacional sólida

A empresa que não conta com uma cultura sólida dificilmente consegue se estabelecer no mercado com pessoas comprometidas e baixos índices de rotatividade. 

Ao promover o alinhamento organizacional, profissionais terão o entendimento não apenas dos resultados almejados, como também dos principais valores da organização e seus propósitos.

Sendo assim, cada vez mais o time de recrutamento e seleção buscará por profissionais que tenham fit cultural com a empresa, contribuindo para taxas de turnover dentro do esperado e para a retenção dos principais talentos.

Como promover o alinhamento organizacional?

Agora que você já sabe sobre a importância do alinhamento organizacional, apresentaremos algumas práticas úteis para promovê-lo. Confira!

OKRs

A própria definição de OKRs nos remete ao alinhamento entre empresa e colaborador: trata-se de um sistema de metas coletivas e individuais que converge para as metas globais do negócio. 

Podemos entender essa metodologia como uma releitura da gestão por metas, popularizada na década de 2000 por John Doerr, investidor do Google — que dispensa apresentações.

Uma OKR é composta por um objetivo qualitativo e key-results quantitativos. Os objetivos devem ser aspiracionais: quanto mais memoráveis, melhor. Exemplo: se tornar referência em produção de conteúdo para o time de RH. 

Já os key-results devem ser métricas e entregáveis claros que vão medir se profissionais foram ou não bem-sucedidos ao alcançar o objetivo.

Existem algumas diferenças claras das OKRs para as metas tradicionais, como:

  • ciclos mais curtos — os ciclos de OKRs variam entre 1 e 6 meses, ao contrário das metas tradicionais que costumam ser anuais;
  • mais transparentes — as OKRs de todas as pessoas são públicas dentro da empresa (exceto as mais estratégias de cargos de maior complexidade);
  • mais flexíveis — são elaboradas pelos próprios colaboradores, com o apoio de suas lideranças e da equipe como um todo;
  • menos ligadas à remuneração — isso contribui para que as pessoas busquem por OKRs mais desafiadoras.

Além disso, por meio do mapa estratégico criado a partir das OKRs individuais e dos times, cada pessoa entenderá como os seus objetivos estão interligados com os de colegas, da equipe e da empresa como um todo, promovendo mais alinhamento e clareza. 

Ou seja, estarão cientes da direção que devem seguir e mais engajados com os desafios do dia a dia.

One-on-one

One-on-ones são reuniões periódicas entre lideranças, liderados e lideradas, que contribuem para um melhor fluxo de informações de baixo para cima, além de tornar mais próxima a relação entre gestão e colaboradores. 

Nesses encontros, o ideal é que a pauta seja elaborada pelo próprio profissional. Dessa forma, ele trará alguns dos desafios enfrentados para a conclusão de suas demandas, bem como pontos positivos na execução dos projetos.

Sendo assim, a gestão terá o entendimento de como as atividades vêm sendo executadas, fazendo desvios de rota sempre que necessário e oferecendo feedbacks para promover o desenvolvimento do talento.

Consequentemente, o alinhamento entre ambos será muito positivo, justamente por ter a oportunidade de trazer suas percepções sobre os mais diversos pontos.

Caso tenha dúvidas em relação à importância do feedback e como fazê-lo da melhor forma, confira o episódio da série Explica aí:

Por fim, esse momento também pode ser aproveitado para fazer o acompanhamento das OKRs — entendendo em qual estágio elas estão —, bem como realizar o acompanhamento de carreira da pessoa, seus objetivos na empresa e seus projetos de desenvolvimento individual.

Estruturação de um fluxo de trabalho

Não deixe de estruturar, junto com seus colaboradores, um fluxo de trabalho que seria adequado tanto para a empresa quanto para as pessoas do time. 

Mesmo que a organização esteja realizando uma gestão remota, é importante realizar reuniões periódicas para que cada pessoa traga suas percepções em relação às demandas do dia a dia, de modo que todos os colaboradores auxiliem na busca de melhores práticas para as atividades.

Sendo assim, a equipe terá claros conhecimentos de como andam os projetos de cada colega, tendo a oportunidade de responder por todo o time independentemente da ocasião da empresa (reunião de apresentação de resultados, por exemplo).

Temos alguns materiais sobre o assunto, confira:
📚 Pesquisa de clima organizacional: planilha e checklist
📚 Aprenda a vencer os desafios de gestão com tecnologia!
📚 Indicadores de RH: dados estratégicos que você precisa acompanhar
📚 Como engajar colaboradores para diminuir as taxas de absenteísmo e turnover

Definição de prioridades

Por fim, as lideranças devem estar atentas para a definição de prioridades de seus colaboradores. 

Conforme mencionamos, isso contribuirá para que as pessoas tenham foco no que realmente trará bom retorno para a empresa naquele período, aumentando as possibilidades de os objetivos globais do negócio serem alcançados com mais facilidade.

Neste conteúdo, você pôde entender um pouco mais sobre o alinhamento organizacional, sua importância e dicas de como promovê-lo. 

Independentemente de qual seja a estratégia adotada, indicamos que a empresa tenha um bom planejamento, além de trazer para todo o time como essas práticas contribuirão para o desenvolvimento de cada pessoa.

Se você gostou dessas dicas e deseja ficar por dentro de outras novidades do mundo de gestão de desempenho, acompanhe a Qulture.Rocks nas redes sociais! Estamos presentes no Instagram, no LinkedIn e no YouTube.

Teste grátis por 14 dias

Deixe um comentário